terça-feira, 21 de agosto de 2012

# Dica para amanhã. “Sedição de Juazeiro” vira filme e recebe exibição da Avant Premiere


O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, a Associação de Estudos e Pesquisas Tecnico Científica-Apec, a Faculdade Grande Fortaleza- FGF e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, realizarão amanhã, 22, às 19h, no Auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes, Anexo II da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, a exibição da Avant Premieire da obra audiovisual “Sedição de Juazeiro”. O evento, que contará com 500 convidados, é uma produção do professor, roteirista e Diretor de Comunicação da FGF, Jonas Luis da Silva, de Icapuí. O filme será lançado no dia 30 de agosto, na cidade de Juazeiro do Norte, no Memorial Padre Cícero.
Segundo o direção do filme, Daniel Abreu, tudo começou há exatamente 12 anos quando Jonas Luis resolveu iniciar as pesquisas para contar um dos fatos mais importantes da história política de Juazeiro do Norte, ocorrido na segunda década do século xx. " Essa foi a época que as forças políticas declararam uma dualidade de poderes legislativos no estado do Ceará, a chamada “Sedição de Juazeiro” , que teve participação ativa do Padre Cícero Romão Batista", conta o diretor.
Durante a “Sedição de Juazeiro” tropas são enviadas de Fortaleza pelo governador Franco Rabelo para Juazeiro do Norte. Padre Cícero, Floro Bartolomeu e seus soldados esperam o ataque. O governo central decreta a intervenção federal no Ceará no dia 14 de março . TRIUNFA A SEDIÇÃO DE JUAZEIRO, A GUERRA DE 1914.
O roteiro do filme, com  produção de Jeane Feijão, tem 140 minutos de duração, classificado no gênero guerra, tendo como ator principal no papel de Padre Cícero, o artista sobralense Ary Sherlok , e no papel de Floro Bartolomeu, o ator Magno Carvalho. O elenco é composto de mais de 200 atores, todos cearenses, alguns deles da própria equipe de comunicação da FGF. Foram dois anos de intensas gravações por diversas cidades do Ceará, entre elas: Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Quixeramobim, Quixadá, por onde o episódio desenrolou-se. Em Fortaleza, foi reconstituída todas as cenas de estúdio e de locações históricas. A equipe teve que deslocar-se até a cidade do Rio de Janeiro, Tiradentes e São João Del Rey.
Fonte: Site da Secretaria de Cultura do Estado
Enviar

Deixe seu comentário: