quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

A Junta Comercial do Estado do Ceará, Jucec, será a primeira unidade do país a implantar integralmente o novo Sistema de Registro Mercantil, SRM, em substituição ao Siarco, sistema usado atualmente. Este novo sistema vai possibilitar o registro digital, a tramitação, digitalização e o arquivamento de documentos de forma 100% virtual. A informação foi anunciada, hoje (14/02), durante reunião sobre a integração dos órgãos de licenciamento e inscrição do Ceará à RedeSimples, com a presença do presidente da Junta Comercial de Minas Gerais, Jucemg, Donaldo Bittencourt, e membros do Subcomitê Gestor da RedeSimples do Ceará. De acordo com a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, a possibilidade de ser a unidade piloto para implantação do sistema atesta a credibilidade das ações que a Jucec vem implantando no sentido de modernizar todo o sistema de registro mercantil. “Ao mesmo tempo que reconhecemos o desafio que iremos enfrentar, já que seremos uma espécie de laboratório do SRM, vimos que nosso esforço está sendo reconhecido pelo Comitê Nacional da RedeSimples, e isso é gratificante”, destacou. Para o diretor de gestão da informação e modernização da Jucemg, Alex Barbosa, "o SRM será um benefício para quem trabalha dentro da Junta Comercial, pois é um sistema que traz muitas automatizações, ou seja, muitas coisas que o funcionário faz manualmente, o sistema vai executar. Para o cidadão também é um ganho, pois se a Junta Comercial trabalha mais rápido, o documento sairá de forma mais ágil”. Integração REDESIMPLES O presidente da Jucemg está no Ceará para alinhar questões sobre a implementação do SRM e acompanhar as integrações dos órgãos de inscrições tributárias e licenciamento à RedeSimples. Durante a reunião realizada hoje (14/02),  no Sebrae/CE, foi apresentado a retrospectiva do ano passado e o planejamento para 2017, que tem como meta posicionar o estado do Ceará nos primeiros lugares do Ranking nacional da REDESIMPLES. Segundo o presidente da Jucemg, o alinhamento das Juntas Comerciais de Minas Gerais e Ceará, tem o objetivo de que, até o final do primeiro semestre, a Jucec alcance o 9º lugar no ranking da RedeSimples, no qual o Ceará ocupa a 24ª posição, hoje. “Nós percebemos uma ação proativa da presidente Carolina nessas integrações, por isso a subida de quatro posições no ranking, mas o desafio é de que, até o mês de junho, o Ceará alcance o 9º lugar, isso depende de um trabalho de muita sintonia entre os órgãos de licenciamento. O nosso objetivo é cumprir os princípios do Comitê Gestor da RedeSimples, que é a simplificação do ambiente de negócios do país, e nós temos conseguido isso em Minas Gerais. Estamos com o processo de abertura de empresas em 7 dias e abraçamos o desafio da Receita Federal de baixar esse prazo para 6 dias, ainda este ano”.

A Junta Comercial do Estado do Ceará, Jucec, será a primeira unidade do país a implantar integralmente o novo Sistema de Registro Mercantil, SRM, em substituição ao Siarco, sistema usado atualmente. Este novo sistema vai possibilitar o registro digital, a tramitação, digitalização e o arquivamento de documentos de forma 100% virtual. A informação foi anunciada, hoje (14/02), durante reunião sobre a integração dos órgãos de licenciamento e inscrição do Ceará à RedeSimples, com a presença do presidente da Junta Comercial de Minas Gerais, Jucemg, Donaldo Bittencourt, e membros do Subcomitê Gestor da RedeSimples do Ceará.

De acordo com a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, a possibilidade de ser a unidade piloto para implantação do sistema atesta a credibilidade das ações que a Jucec vem implantando no sentido de modernizar todo o sistema de registro mercantil. “Ao mesmo tempo que reconhecemos o desafio que iremos enfrentar, já que seremos uma espécie de laboratório do SRM, vimos que nosso esforço está sendo reconhecido pelo Comitê Nacional da RedeSimples, e isso é gratificante”, destacou.

Para o diretor de gestão da informação e modernização da Jucemg, Alex Barbosa, "o SRM será um benefício para quem trabalha dentro da Junta Comercial, pois é um sistema que traz muitas automatizações, ou seja, muitas coisas que o funcionário faz manualmente, o sistema vai executar. Para o cidadão também é um ganho, pois se a Junta Comercial trabalha mais rápido, o documento sairá de forma mais ágil”.

Integração REDESIMPLES

O presidente da Jucemg está no Ceará para alinhar questões sobre a implementação do SRM e acompanhar as integrações dos órgãos de inscrições tributárias e licenciamento à RedeSimples. Durante a reunião realizada hoje (14/02),  no Sebrae/CE, foi apresentado a retrospectiva do ano passado e o planejamento para 2017, que tem como meta posicionar o estado do Ceará nos primeiros lugares do Ranking nacional da REDESIMPLES.

Segundo o presidente da Jucemg, o alinhamento das Juntas Comerciais de Minas Gerais e Ceará, tem o objetivo de que, até o final do primeiro semestre, a Jucec alcance o 9º lugar no ranking da RedeSimples, no qual o Ceará ocupa a 24ª posição, hoje. “Nós percebemos uma ação proativa da presidente Carolina nessas integrações, por isso a subida de quatro posições no ranking, mas o desafio é de que, até o mês de junho, o Ceará alcance o 9º lugar, isso depende de um trabalho de muita sintonia entre os órgãos de licenciamento. O nosso objetivo é cumprir os princípios do Comitê Gestor da RedeSimples, que é a simplificação do ambiente de negócios do país, e nós temos conseguido isso em Minas Gerais. Estamos com o processo de abertura de empresas em 7 dias e abraçamos o desafio da Receita Federal de baixar esse prazo para 6 dias, ainda este ano”.
Enviar

Deixe seu comentário: