sábado, 11 de fevereiro de 2017

Banco do Nordeste realiza encontro com produtores rurais do Sertão Central em Mombaça

O Banco do Nordeste promoveu nesta sexta-feira (10) o Encontro com Produtores Rurais do Sertão Central, no Auditório do Hotel Premium, no município de Mombaça, com a participação de diretores, superintendentes do Banco, além de parceiro e produtores, com a finalidade de divulgar a Lei 13.340 (Lei Eunício Oliveira), reforçando a importância da adesão de todos os produtores que estejam enquadrados na mesma, dando oportunidade de regularizarem seus débitos junto ao Banco do Nordeste e com o isso voltarem a ter acesso ao crédito.

Entre as autoridades presentes destacaram-se: Ecildo Evangelista Filho, prefeito de Mombaça; Dr. Marco Costa Holanda, presidente do Banco do Nordeste; deputado estadual Leonardo Araújo, representando o senador Eunício Oliveira, presidente do Senado; Romildo Carneiro, Diretor Financeiro do Banco do Nordeste; Perpetou Socorro Cajazeiras, Diretor de Planejamento do Banco do Nordeste; Sr. Jorge Antônio Bagdêve, Superintendente Estadual do Banco do Nordeste; Sr. Antônio Tomaz, tesoureiro  do Sindicado dos Trabalhadores Rurais de Mombaça e o Sr. Danúbio Alencar, Diretor Regional da FAEC e Secretário de Agricultura de Mombaça.

Entre os convidados registrou-se a presença dos prefeitos dos municípios de Acopiara, Senador Pompeu, Milhã e Piquet Carneiro, secretários municipais, vereadores, representantes de entidades de classe e produtores rurais da região.
O prefeito de Mombaça Ecildo Filho ao dirigir a palavra aos presentes falou da satisfação de receber o estafe do Banco do Nordeste em sua cidade, lembrando da importância do Banco nos financiamento dos projetos de produção rural. Anunciou que a através da Secretaria de Agricultura estará desenvolvendo um Projeto Piloto de Produção de Maracujá que contará com o apoio de parceiros como o Banco do Nordeste.

O secretário de Agricultura, Danubio Alencar colocou a Secretaria bem como o Sindicato Rural a disposição do Banco do Nordeste no sentido de colaborar na disseminação da Lei Eunicio Oliveira junto aos produtores rurais do município. O Deputado Leonardo Araújo, falando em nome do Senador Eunício Oliveira, disse que a Lei 13.340, surgiu do desejo do Senador facilitar a vida dos agricultores vítimas das intempéries da natureza, da estiagem que castiga o Nordeste, que impossibilita o homem do campo honrar suas dívidas.

Em suas palavras o Superintendente do Banco no Estado do Ceará, Jorge Bagdêve, destacou a importância de divulgar a Lei 13.340 para que o produtor tenha conhecimento das vantagens em renegociar suas dívidas e voltar a ter acesso ao crédito, lembrando que a Lei tem um prazo de vigência, ressaltando que em alguns casos o desconto pode chegar até 95% do débito.

O presidente do Banco do Nordeste, Marcos Costa, atribui a Lei Eunício Oliveira como um reconhecimento ao trabalho do produtor rural dando-lhe oportunidade de renegociar suas dívidas e garantir o acesso novamente ao crédito. Reconhece a dedicação e emprenho do Senador na aprovação da Lei. Destacou também o mérito do presidente Michel Temer em homologar a reedição da Lei Eunicío Oliveira. Disse que na conversar que terá com os superintendentes e diretores dos bancos a orientação que o não espere que o cliente venha ao Banco, mas que procure buscar o cliente para a negociação.

A Campanha de Renegociação de Dívidas Rurais poderá beneficiar mais 674 mil agricultores dos estados nordestinos e norte do Norte de Minas Gerais e Espírito Santo com descontos de até 95%.
Enviar

Deixe seu comentário: