sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Molecagem cearense – Êita povo gaiato! Vídeo documentário sobre o comportamento engraçado dos cearenses é lançado em Fortaleza

Gil Soares é ator/comediante, há 20 anos atua no cenário humorístico cearense e nos palcos do Brasil a fora. Sua inquietação e o desejo de aprofundar seus conhecimentos sobre “molecagem cearense”, bem como a possibilidade de refletir sobre a importância do humor para o Estado do Ceará, foi que lhe impulsionou nesta pesquisa científica que resulta na produção do vídeo documentário com enfoque no comportamento engraçado do cearense na cidade de Fortaleza.

Este projeto está dentro da contrapartida do EDITAL DE CONCESSÃO À APOIO FINANCEIRO À PRODUÇÃO E PUBLICAÇÃO EM ARTES 2016 nº 02/2016, lançado em abril/2016, pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor) e Instituto Bela Vista (IBV). Será uma exibição do produto final (documentário) o intuito é apresentar como foi o processo de pesquisa até o resultado final e em seguida uma roda de conversa aberta ao publico, que debaterá a temática de humor popular de Fortaleza. Público-alvo: estudantes da rede pública, artistas, pesquisadores e público em geral. O documentário será exibido no Cuca Barra — Che Guevara. A primeira exibição do documentário será dia 08 de fevereiro, no Cineclube Cuca Barra – Che Guevara, a partir das 15h30 até às 17hs, entrada franca

Como tentativa de perceber a importância do humor na cidade de Fortaleza e para o Estado do Ceará, nåo apenas como elemento da indústria cultural e turística, mas como manifestação popular, como constituinte do ser cearense, ouvimos historiadores e pesquisadores do humor produzido na cidade de Fortaleza. Além disso, traçamos um breve histórico do humor na cidade, na tentativa de entender a "molecagem cearense". 

Entrevistamos pessoas em seu cotidiano em vários espaços na cidade.  “Ouço historiadores, teóricos, pesquisadores do humor no estado do Ceará, com intuito de tentar compreender e retratar essa verve humorística, espontânea do cearense. A partir das opiniões dos pesquisadores e do povo, buscamos entender: Qual o significado do termo ‘Molecagem Cearense?’, ‘Onde está a graça desse povo’? Quais os lugares e em que situação expressa com mais intensidade seu humor?”, diz Gil.

Trabalharemos com um tipo de pesquisa qualitativa aonde o “pesquisador vai a campo buscando “captar” o fenômeno em estudo a partir da perspectiva das pessoas nele envolvidas, considerando todos os pontos de vista relevantes”. (GODOY, 1995, P.21). Portanto, baseado nesta perspectiva queremos estimular os entrevistados a uma argumentação sobre o nosso objeto, motivando-os a apresentar suas convicções e interpretações individuais de maneira espontânea.

As entrevistas foram feitas nos espaços delimitados no projeto (Praça do Ferreira e ruas do centro de Fortaleza). Achamos viável acrescentar outras locações, por serem históricos e também atração popular como: Raimundo dos queijos, Cine Teatro São Luiz, Museu do Ceará, Associação dos Cornos do Brasil. Todos no centro da cidade. Alguns desses espaços foram sugeridos pelos teóricos, pesquisadores em suas entrevistas. Filmamos também numa feira-livre e em um campinho de futebol no bairro do Bom Jardim na periferia de Fortaleza.

Os motivos pelos quais me fizeram escolher a produção do vídeo documentário como suporte da minha pesquisa foi: a minha atividade profissional – ator/humorista - e o fato de apreciar linguagem cinematográfica e televisiva.

HISTÓRIA
O comportamento engraçado do povo que nasce no Estado do Ceará não se resume em estereótipos da contemporaneidade. A expressão "'moleque" já era peculiar no século X IX difundidos em romances, narrativas, textos memorialísticos e Jornais.

Hoje os meios de comunicação e o próprio governo, através de ações das Secretarias de Cultura, reforçam a Ideia do 'Ceará moleque' ou da molecagem como uma marca cultural do cearense, o que passa a ser um forte atrativo para o turismo local.

A partir dos finais do século XX, mais precisamente década 60 e 70, Renato Aragão e Chico Anysio, o elevou nossa “marca” - a molecagem, na mídia televisiva e no cinema. Na década de 80 surge o movimento humorístico na cidade de Fortaleza. Os humoristas se reversavam nas pizzarias e restaurantes, fazendo shows de humor para turistas e conterrâneos ávidos pela alegria desses profissionais do riso.
 
SERVIÇO
Evento: 
Pré-lançamento:
Molecagem Cearense - Êita povo gaiato
Vídeo Documentário sobre o comportamento engraçado dos cearenses
Data: 08/02      Hora: 15h30 às 17h
Local: Cineclube Cuca Barra (Av. Presidente Castelo Branco, 6417).
Aberto ao público
 
Enviar

Deixe seu comentário: