segunda-feira, 27 de março de 2017

Caio Castelo lança "Invisível", novo projeto instrumental, apresentando o disco-processo "Distrações"

Inline image 2



Um dos mais elogiados músicos da nova cena cearense, o cantor, compositor e multiinstrumentista está lançando "Invisível", um novo projeto instrumental. Depois de dois aplaudidos discos de canções, elogiados pelo público e pela crítica em diversos estados e trabalhados em shows no Ceará, em São Paulo e até em Cabo Verde, Caio Castelo  demonstra uma outra faceta de seu trabalho musical, como uma banda de um homem só em "Invisível", e apresenta "Distrações", um disco-processo, cujas três primeiras faixas já estão disponíveis na web (Bandcamp e Soundcloud). Ao seguir as páginas, o usuário será notificado a cada nova "Distração" lançada.

Outras músicas serão acrescentadas ao álbum periodicamente, influenciadas pelo retorno do público quanto ao projeto e pelo mergulho no novo desafio de trafegar entre timbres, harmonias, ritmos, vocais, experimentações e propostas estéticas diferenciadas. Todas as faixas foram e serão compostas, gravadas e finalizadas no estúdio do próprio músico, proporcionando ao público a experiência de acompanhar a produção do disco faixa a faixa e de interagir quanto a essa criação.

Entre possíveis referências para o ouvinte que mergulhar nas três primeiras faixas do novo álbum - batizadas, a la Moacir Santos, como "Distração" 1, 2 e 3 estão artistas como João Donato, Azimuth, Tony Allen, Danger Mouse, BadBadNotGood, entre outros. Quem preferir pode ir direto à audição, sem pistas pelo caminho, e apreciar a instigante "Distração 3", uma pequena suite que dialoga tanto com a sonoridade de outros grandes nomes da nova cena musical do Ceará, os garotos do Astronauta Marinho, quanto com ecos de reggae, pop e jazz, tudo ao mesmo tempo. Com destaque para os vocalises e os timbres do baixo e dos metalofones de Caio Castelo, cuja facilidade em fazer nascerem novas melodias a partir de harmonias simples talvez seja a característica mais reconhecível no novo projeto, em uma ponte com seus discos de canções.

"Distração 1" tem uma pegada mais direta, entre o pop eletrônico e o indie rock, fazendo lembrar outro ícone da música independente do Ceará, a saudosa banda de rock Velouria, um dos primeiros projetos do hoje nacionalmente atuante Régis Damasceno (Cidadão Instigado, Vanessa da Mata, Karina Buhr, Marcelo Jeneci etc). Fica clara a proposta de clareza e liberdade criativa costurada por Caio Castelo para o novo projeto, em um mergulho sonoro em que o ouvinte parte de uma base mais simples e vai sendo levado a descobrir novas camadas sonoras e novas possibilidades melódicas.

Mais perto da ambiência sonora mais reconhecida e validada pelo público atual, "Distração 2' novamente remete ao reggae, mas também ao eletrônico, ao dub e ao afrobeat, na escolha de timbres e frases, entre ecos de caminhos tão diferentes quanto o experimental e a música andina. Espontaneidade que parece ser realmente o signo desse novo projeto.

Criação interativa

"O retorno do público e dos amigos a cada nova faixa lançada deve influenciar a próxima, e assim por diante. São muitas possibilidades", destaca Caio Castelo, sobre a novo banda e o novo disco. "Contar com mais percepções ao longo desse processo com certeza vai ajudar bastante a definir os rumos", complementa.

O disco pode ser acompanhado pela página da Invisível no Bandcamp e no Soundcloud.



Mais sobre Caio Castelo

Caio Castelo estreou em disco em 2013, com o aplaudido “Silêncio em Movimento”, e desde então vem se apresentando em diversos lugares do Brasil e do exterior, com destaque para a turnê realizada em Cabo Verde em abril de 2014 e para turnês no Ceará, em São Paulo, no Rio Grande do Norte e na Paraíba; participações em festivais locais e nacionais; e o show de aniversário de 289 anos de Fortaleza. 

Seu segundo disco, "Dois Olhos", foi selecionado pela Escola Porto Iracema das Artes e produzido pelo duas vezes ganhador do Grammy Latino Alê Siqueira (Arnaldo Antunes, Tom Zé, Elza Soares). O álbum foi gravado numa imersão de Caio e sua banda no estúdio-fazenda Gargolândia e viabilizado por meio de uma bem sucedida campanha de crowdfunding (financiamento coletivo), promovida pelo próprio artista em parceria com a plataforma Partio. O novo projeto "Invisível" e o novo disco-processo "Distrações" dão continuidade à trajetória de um novo e promissor artista para a música brasileira.
Enviar

Deixe seu comentário: