sexta-feira, 24 de março de 2017

Ceará: Pimentel debate reforma da previdência em Quixadá, Iracema e Aracati

Os eventos ocorrem nesta sexta-feira (24/3) e sábado (25/3)

O senador José Pimentel (PT-CE) participa nesta sexta-feira (24/3) e sábado (25/3), nos municípios cearenses de Quixadá, Iracema e Aracati, de debates sobre a proposta de reforma da Previdência Social que está em análise no Congresso Nacional. O evento de Quixadá ocorrerá às 19 h de sexta-feira, na Câmara Municipal. Em Iracema, a discussão será no sábado, às 9 h, no Centro Catequético daquela cidade. Na noite de sábado, às 19 h, o debate sobre as novas regras previdenciárias será realizado em Aracati, na sede do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais.  

Nos debates, o senador vai detalhar os graves prejuízos que a reforma da previdência proposta pelo governo Temer impõe a todos os brasileiros. Pimentel, que foi ministro da Previdência no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, lançou publicação intitulada “Reforma da Previdência Social. O que muda na sua aposentadoria com a proposta do governo Temer”. Na cartilha, o senador analisa os danos que serão causados aos trabalhadores, além de contestar a tese do governo Temer sobre o déficit da previdência.

Pimentel também reforçará a importância da mobilização da sociedade para evitar a aprovação da PEC 287/2016 pelo Congresso Nacional. O texto está em análise na Câmara dos Deputados e, se for aprovado naquela Casa, será apreciado pelo Senado Federal.

Agenda
Sexta-feira (24/3)
Evento: Debate sobre reforma da Previdência Social
Hora: 19 h
Local: Câmara Municipal de Quixadá – Travessa Tiradentes, 515 – Centro – Quixadá (CE)

Sábado (25/3)
Evento: Debate sobre reforma da Previdência Social
Hora: 9 h
Local: Centro Catequético de Iracema – Rua Celso Gomes da Silva s/n – Centro – Iracema (CE)

Evento: Debate sobre reforma da Previdência Social
Hora: 19 h
Local: Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Aracati – Rua José de Alencar, 1.018 – Centro – Aracati (CE)
Enviar

Deixe seu comentário: