terça-feira, 21 de março de 2017

Enel Distribuição Ceará tem destaque na qualidade de serviço do Brasil

Na avaliação da Agência Nacional de Energia Elétrica foram analisados os indicadores de 62 distribuidoras de energia elétrica do país

A Enel Distribuição Ceará foi eleita a 2ª melhor distribuidora de energia elétrica com a melhor qualidade de serviço do país, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O primeiro lugar ficou com a Cemar, concessionária de energia que atua no estado do Maranhão. 

A Aneel avaliou todas as concessionárias do país para o período de janeiro a dezembro de 2016, divididas em dois grupos: 32 concessionárias de distribuição consideradas de grande porte, com número de unidades consumidoras maior que 400 mil; e 30 concessionárias consideradas de menor porte, com o número de unidades consumidoras menor ou igual a 400 mil.

O ranking é elaborado com base no indicador de Desempenho Global de Continuidade (DGC), formado a partir da comparação dos valores apurados de DEC e FEC das distribuidoras em relação aos limites estabelecidos pela agência reguladora Esses indicadores medem a duração e a freqüência de interrupções por unidade de consumo durante um determinado período, geralmente um mês ou um ano. Dessa forma, pode-se afirmar que as distribuidoras mais bem colocadas possuem, na média, melhor continuidade do serviço em relação às demais.

Segundo a Aneel, foi o melhor desempenho das distribuidoras desde 2008, saindo em 2015 de 18,60 horas, em média, de duração de interrupção de energia (DEC*) para 15,82 horas ao ano. A distribuidora que mais evoluiu em 2016 foi a Energisa Mato Grosso (EMT) com um avanço de 16 posições em comparação ao ano de 2015. A Enel Distribuição Ceará subiu 11 posições, se comparado ao ano anterior.

Ainda de acordo com o ranking, em 2016, o sistema de distribuição de energia elétrica ficou disponível 99,82%. Isso significa que, das 8.760 horas do ano, os consumidores ficaram 15,82 horas em média sem energia, uma redução de 15% ao valor registrado em 2015. A frequência (FEC*) no número de interrupções se manteve em trajetória decrescente, com queda média de 9,86 vezes em 2015, para 8,87 vezes em 2016.

O avanço é resultado de ações da Aneel como as novas regras de qualidade nos contratos de concessão, a adoção de planos de resultados para as distribuidoras que apresentavam pior desempenho e a compensação financeira ao consumidor. A recuperação das distribuidoras com número de unidades consumidoras acima de 400 mil foi o que mais contribuiu para a redução do DEC Brasil.
Investimentos

A Enel Distribuição Ceará ressalta que seus índices de desempenho têm sido reconhecidos pelos clientes e pelo mercado ao longo dos últimos anos e que a qualidade do fornecimento de energia continuará sendo prioridade. Em 2016, a companhia foi reconhecida, pela sexta vez, a melhor distribuidora de energia do Brasil, através de pesquisas realizadas com os clientes pela Abradee (Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica). No ano passado, a Enel investiu 536,1 milhões no estado, um aumento de 18,7% em relação ao ano anterior. A maioria dos investimentos foi destinado para conexão de novos clientes e para modernização da rede de distribuição.
Enviar

Deixe seu comentário: