terça-feira, 28 de março de 2017

ESPETÁCULOS ENCERRAM TEMPORADA DE ARTES CÊNICAS DO MÊS DE MARÇO NO TEARO CARLOS CÂMARA

Imagem inline 1

Espetáculo Baldio (Pavilhão da Magnólia) faz últimas apresentações da temporada no Teatro Carlos Câmara nesta quinta.



Os espetáculos “Baldio” (Pavilhão da Magnólia)  e “Devorando Heróis” (Os Pícaros Incorrigíveis), em cartaz durante o mês de março no Teatro Carlos Câmara, encerram temporada na programação de Artes Cênicas do equipamento nesta quinta e sexta-feira respectivamente. A entrada é gratuita e o TCC fica localizados na rua Senador Pompeu, 454, Centro.  
Baldio, em cartaz na quinta-feira (30), em dois horários, 12h30 e 16h, leva ao palco cinco atores em quadros cênicos que abordam histórias reais vivenciadas pelo próprio grupo. A peça é um atravessamento de temas, como: a morte, o estar-no-mundo e a possibilidade do encontro, tudo isso se costura por meio dos relatos, em uma junção de cena, audiovisual e literatura. A figura do cão, precisamente do vira-latas, em sua dimensão de abandono, constituiu mote a partir do qual memória e representação questionam seus limites e desenham a moldura da peça.

Baldio, que estreou em 2015, celebra os 10 anos de trabalho continuado do Pavilhão da Magnólia. O texto foi originado durante o próprio processo de criação, e tem assinatura do dramaturgo paraibano Astier Basílio (Prêmio Funarte de Dramaturgia 2014). A direção é de Héctor Briones, coordenador do grupo de pesquisa Laboratório de Poéticas Cênicas e Audiovisuais (LPCA) do Instituto de Cultura e Ares da Universidade Federal do Ceará, e no elenco estão Denise Costa, Eliel Carvalho, Jota Junior Santos, Nelson Albuquerque e Silvianne Lima.

Antropofágicos, Os Pícaros Incorrigíveis avançam para as ruas de Fortaleza conduzidos por sua mais nova montagem, “Devorando Heróis", o grupo abocanha as trágicas histórias de dois heróis da Grécia Antiga: Prometeu e Ájax. O objetivo é erigir uma folia teatral que os dilacera, tomando desses heróis suas feições e forças de enfrentamento aos ditames do poder para assim falar de liberdades, por meio de uma encenação picaresca, multicolorida, tropicalista e marginal. A peça se apresenta na sexta (31), às 17h.

+ O Teatro Carlos Câmara, vinculado à Secretaria de Cultura do Governo do Estado do Ceará (Secult), tem sua gestão compartilhada com o grupo Teatro Máquina que foi selecionado, via chamada pública, para realizar ocupação artística no equipamento.

// SERVIÇO
ENCERRAMENTO DAS TEMPORADAS DE ARTES CÊNICAS MARÇO
BALDIO -
QUINTA-FEIRA (30) ÀS 12H30 E ÀS 16HDEVORANCO HERÓIS – SEXTA (31), ÀS 17H
Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454, Centro)
Gratuito.
Enviar

Deixe seu comentário: