quarta-feira, 22 de março de 2017

INCLUSÃO SOCIAL - SEMINÁRIO DISCUTE IMPORTÂNCIA DA MODA PARA PESSOAS DEFICIENTES

O último censo do IBGE aponta que 45,6 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência, o que corresponde a 23,9% da população do País. No Ceará o percentual de pessoas com deficiência supera o nacional, com 27,69%. Apesar de representar um percentual tão expressivo, esse público ainda permanece “invisível” para o mercado da moda. Além da exclusão, por conta das dificuldades de mobilidade, essas pessoas também encontram barreiras quando o assunto é moda. Para discutir o assunto Fortaleza recebe nos dias 23 e 24 de março o Seminário Moda Inclusiva de Fortaleza 2017.
O evento, que será realizado no Centro de Profissionalização Inclusiva para Pessoas com Deficiência (CEPID), vai reunir professores e designers de moda das principais Instituições de Ensino Superior (IES) do Ceará, representantes das Secretarias da Ciência, Tecnologia e Educação Superior e do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará e da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo. A coordenação do evento é de Daniela Auler, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, pioneira do projeto.
Durante os dois dias a Moda Inclusiva será tema de Rodas de Conversas, Debates e Exposições. Segundo Aurilene Alves, coordenadora do Curso de Design de Moda da DeVry | Fanor, uma das IES que está participando do evento, “a moda inclusiva é um tema atual e que agrega debates relevantes para a luta pela igualdade de direitos”. 
 
SERVIÇO:
QUANDO: 23 E 24 DE MARÇO
ONDE: CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO PARA A PESSOA COM DEFICIÊNCIA (CEPID) – Rua Senador Robert Kennedy, 128
Enviar

Deixe seu comentário: