quarta-feira, 8 de março de 2017

Instituto Dragão do Mar realizará ações culturais e de formação permanentes para o público LGBT

Imagem inline 1

O presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, recebeu na manhã desta terça-feira (07/03) representantes de grupos artísticos e coordenadorias ligados à causa LGBT e de Direitos Humanos. Em pauta, a discussão de propostas para desenvolver uma série de ações culturais e de formação voltadas para o público LGBT, nos equipamentos do Instituto, como o Centro Dragão do Mar, a Escola Porto Iracema das Artes e o Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ). 

A reunião debateu a importância de ações permanentes de cultura que valorizem e incentivem a produção artística LBGT diante da população. Como encaminhamento, foram definidas quatro propostas iniciais: um núcleo de formação artística LGBT no CCBJ e no Porto Iracema; o projeto Trajetos Artísticos LGBT, que vai desenvolver espetáculos com a temática; um festival de artes LGBT; e um programa televisivo sobre os direitos LGBT em parceria com a TVC.

A reunião definiu ainda como ponto de partida dessas propostas o ato Dandara Vive, no próximo dia 18 de março, no CCBJ, em horário ainda a ser definido. A travesti Dandara dos Santos foi brutalmente assassinada no último dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim, vítima do ódio. A programação do ato Dandara Vive será definida em reunião nesta quinta-feira (9) e posteriormente divulgada ao público.

Estiveram presentes na reunião representantes das seguintes entidades: Centro de Defesa da Vida Herbert de Sousa (CDVHS); Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT do Governo do Estado do Ceará (COELGBT); Assessoria da vereadora Larissa Gaspar, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal; Gabinete do Governador; Coletivo Artísticos As Travestidas; Coordenadoria da Diversidade da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza; Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial (Ceppir) do Governo do Estado do Ceará; Outro Grupo de Teatro; Coordenadoria Especial dos Direitos Humanos do Estado do Ceará; e Fórum LGBT.

Num próximo encontro, nesta quarta-feira (8), será definida uma comissão com representantes destas entidades para o encaminhamento e execução das propostas definidas.
Enviar

Deixe seu comentário: