quinta-feira, 23 de março de 2017

Projeto que cria "botão do pânico" em ônibus de Fortaleza é aprovado

Foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Fortaleza, nesta quinta-feira (23), o projeto de indicação 0022/2017, de autoria do vereador Célio Studart (SD), que cria o "Botão do Pânico" nos transportes coletivos do município.

Caso seja sancionado, as empresas concessionárias e permissionárias de transporte coletivo do Município de Fortaleza deverão efetuar a instalação do botão do pânico e dispositivo de localização global por satélite (GPS) em todos os veículos de transporte público, devendo a instalação ser preferencial nas linhas com maior índice de violência.

Segundo Célio Studart, o botão do pânico só deverá ser utilizado pelo motorista quando se constatar a ocorrência de algum crime, ato de violência ou irregularidade nos transportes coletivos, devendo ficar em local de fácil acionamento pelo motorista, porém não visível para terceiros.

“De acordo com dados do Sindiônibus, Fortaleza registra sete assaltos coletivos por dia, o que é um número bastante elevado e que exige políticas públicas efetivas a fim de combater a criminalidade. Além disso, segundo dados da ONG mexicana Seguridad, Justicia y Paz, Fortaleza é a cidade mais violenta do Brasil, outro fator que corrobora na necessidade de combate à violência”, ressalta o vereador.

O “botão do pânico” já existe cidades como Natal/RN e chegou a reduzir a 33% o número de assaltos a coletivos no Município.
Enviar

Deixe seu comentário: