sábado, 8 de abril de 2017

GAECOs PI e CE deflagram operação “Escoamento” contra fraudes em licitações

Os Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECOs) do Piauí e Ceará deflagaram na manhã desta sexta-feira (07/04) a operação “Escoamento”, que investiga esquema de fraudes em licitações em diversos municípios dos dois Estados. Segundo os promotores de Justiça que acompanharam a ação, as fraudes envolvem empresas fantasmas e os desvios chegam a R$ 60 milhões, com a participação de empresários e agentes políticos.
Foram cumpridos no Estado do Ceará, nas cidades de Tianguá e Ubajara e com auxílio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 13 mandados de prisão preventiva, 18 mandados de busca e apreensão em residências e empresas de investigados, duas conduções coercitivas de investigados que foram ouvidos na sede das Promotorias de Justiça de Tianguá, além de cinco sequestros de bens oriundos dos crimes praticados.
Segundo o coordenador do GAECO Ceará, o promotor de Justiça Manoel Epaminondas, foi apreendida uma pistola municiada sem registro com um dos investigados, tendo sido, por este motivo, lavrado auto de prisão em flagrante. “Todo o material arrecadado será agora analisado, a fim de aprofundar as investigações e possibilitar o ajuizamento das respectivas ações penais”, destacou Manoel Epaminondas.
Participaram da operação “Escoamento”, além dos promotores de Justiça dos GAECOs do Piauí e Ceará, promotores de Justiça da Comarca de Tianguá, e técnicos da Controladoria Geral da União (CGU), do Tribunal de Contas do Piauí, (TCE-PI), além das Polícias Militar e Civil do Piauí.
Enviar

Deixe seu comentário: