domingo, 30 de abril de 2017

Ipaporanga exporta modelo de escola pública para 20 municípios

No próximo dia 03 de maio, Ipaporanga recebe representantes públicos de vários municípios para apresentar a Educação Contextualizada que já incorpora toda a rede de ensino da região
Cerca de 20 prefeitos e representantes de secretarias de educação são aguardados na próxima quarta-feira, 03, no município de Ipaporanga, para participar do Intercâmbio Estadual de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido (ECCSA). O modelo de educação que já é lei na cidade sede e vem revolucionando a forma de pensar o ensino seja através dos educadores, estudantes ou comunidades escolares do campo e da zona urbana, estará de portas abertas para acolher representantes de outros municípios para conhecerem de perto as práticas e experiências dessa metodologia que vem conquistando bons resultados e maior engajamento escolar com foco em conscientizar sobre as reais necessidades da região. A Prefeitura Municipal de Ipaporanga declarou ponto facultativo, para o dia 03 de maio, com o intuito de mobilizar uma forte adesão de todos do município ao evento.
Atualmente, o município tem mais de 90% de suas escolas com cisterna e um crescimento importante de produção agrícola na localidade, a partir do trabalho realizado pela Educação Contextualizada, mantendo as famílias sempre informadas sobre como manter seus quintais produtivos e as tecnologias à favor do meio ambiente e da reutilização da água de forma consciente.
Com expectativa de receber mais de 200 pessoas no intercâmbio, a iniciativa pretende mostrar cinco pontos de excelentes resultados na prática da Educação Contextualizada, que vem dando certo e ajudando não só no rendimento escolar dos alunos, mas na sustentabilidade financeira das famílias da região, entre os pontos que serão visitados estão: Ecociclo, na comunidade de Mundo Novo, o Projeto Mandala e Quintal Produtivo, na região de Veremos, o Sistema Bioágua, em Açude Novo e a Cisterna na Escola, em Água Branca e Santa Terezinha.
Ipaporanga, que já acolheu um Intercâmbio Nacional sobre ECCSA em junho do ano passado, vivencia tal proposta de ensino desde 2013, e desde então vem apresentando avanço nos índices avaliados pelo Ministério da Educação, pela Secretaria Estadual de Educação, chegando até mesmo a conquistar o Selo Unicef pela forma como vem fazendo com que a experiência no ser das escolas ganhem sentido, motivando professoras e professoras a ampliar os próprios conhecimentos e consequentemente melhorando a qualidade de ensino.
A proposta é mostrar o êxito da ECCSA para além dos números, que são extremamente positivos. Contudo, no intercâmbio os participantes poderão perceber os resultados alcançados fora dos muros da escola, seja na forma como as comunidades se relacionam com o meio ambiente, seja na maneira sustentável como pode se dar a produção agrícola, e até mesmo na participação da família e da comunidade em todo processo de aprendizagem, fazendo com investimento comum a todas as secretarias a escola pública ter a qualidade que a população merece.
O evento partiu de uma iniciativa conjunta da Cáritas Diocesana de Crateús com a ONG italiana, We World e seus parceiros Instituto Maria da Penha, a Associação de Cooperação Agrícola do Ceará (ACACE), ESPLAR, Associação de Escola Agrícola Dom Fragoso e a Pastoral do Menor que ainda este ano estarão com um projeto co-financiado pela União Europeia, que  pretende levar a proposta de Educação Contextualizada para mais 20 municípios do Ceará, sendo o maior projeto já realizado envolvendo esse  novo modo de ser das escolas públicas do campo no estado.

SERVIÇO
Intercâmbio Estadual de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido (ECCSA).
Data: 03 de maio, às 10h
Local: EMEI Pequeno Príncipe – Município de Ipaporanga


Enviar

Deixe seu comentário: