sábado, 27 de maio de 2017

Ângela Maria se apresenta neste domingo, 28/5, às 18h, no Cineteatro São Luiz

Ângela Maria, uma das mais importantes cantoras da música popular brasileira, se apresenta pelo Brasil cantando os sucessos que colecionou ao longo dos seus 67 anos de carreira. No domingo, dia 28 de maio, às 18h, a cantora realiza apresentação única em Fortaleza, no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Em forma física e vocal plena, a cantora, que é considerada por muitos a Rainha da Música Popular Brasileira, continua com sua vida artística totalmente ativa.  Em 2015, lançou o disco "Ângela à vontade em voz e violão" e se apresentou em mais de 30 cidades brasileiras levando este projeto. Em 2016, lançou pela gravadora Biscoito Fino um novo álbum dedicado às canções de Roberto e Erasmo.

Ângela Maria, nome artístico de Abelim Maria da Cunha (Conceição de Macabu, 13 de maio de 1928), começou cantando em coro de Igreja. Enquanto trabalhava numa fábrica de lâmpadas, participava, às escondidas, de programas de calouros. Adotou o nome de Ângela Maria para não ser identificada pela família. Como ganhava todos os concursos, foi cantar no famoso Dancing Avenida e depois na rádio Mayrink Veiga. Em 1951 gravou o primeiro disco.

Consagrou-se como uma das grandes intérpretes do gênero samba-canção (surgido na década de 30), ao lado de Maysa, Nora Ney e Dolores Duran. Gravou mais de 100 discos (record que consta no "Guiness Book") e dezenas de sucessos como Não Tenho Você, Babalu, Cinderela, Moça Bonita, Vá, mas Volte, Garota Solitária, Falhaste coração, Canto paraguaio, A noite e a despedida, Gente humilde, Lábios de mel, etc.

Um dos grandes momentos de sua carreira foi em 1996, quando lançou o CD Amigos, com a participação de vários artistas como Roberto Carlos, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Gal Costa, Djavan, Milton Nascimento, Nana Caymmi, Chico Buarque, entre outros. O trabalho foi um sucesso, celebrado num espetáculo no Metropolitan, atual Claro Hall (Rio de Janeiro), e um especial na Rede Globo. O disco vendeu mais de 500 mil cópias.

Foi uma fase muito feliz da carreira da cantora que, no ano seguinte, apresentou o álbum Pela Saudade que Me Invade, com sucessos de Dalva de Oliveira, e um ano depois gravou, com Agnaldo Timóteo, o CD Só Sucessos, também na lista dos cem álbuns nacionais mais vendidos. Após a saída da Sony, Ângela voltou a gravar em 2003, desta vez pela Lua Discos, o Disco de Ouro, com um viés eclético, abrangendo compositores que vão de Djavan a Dolores Duran, e o premiado álbum "Eu Voltei" (2011).

:: Serviço:
Show "Ângela Maria"

Dia 28/5, às 18h, no Cineteatro São Luiz

Ingressos: R$40 (inteira), R$20 (meia) | Classificação Indicativa: Livre


Duração: 80min
Enviar

Deixe seu comentário: