quarta-feira, 3 de maio de 2017

Jazz em Cena tem novo show sábado, 6/5, no CCBN, às 19h, com Idilva Germano em tributo a Billie Holiday

Uma das mais aplaudidades intérpretes cearenses, Idilva Germano apresenta neste sábado,6/5, às 19h, no projeto "Jazz em Cena", do Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza, o show “Lady Sings the Blues”, em que homenageia a lendária cantora norte-americana Billie Holiday. Idilva conta com o talento de grandes instrumentistas cearenses nos arranjos, na direção e na execução musical: Luciano Franco (guitarra semiacústica e arranjos), Tito Freitas (piano), Jorge Mateus Doudemont (saxofone), Iury Batista (contrabaixo acústico) e André Benedecti (bateria), para uma viagem por uma seleção especial do repertório da eterna Lady Day. Entrada franca.

Idilva Germano iniciou sua carreira musical em 1988, tendo participado de múltiplos projetos musicais desde então. O CD  “Urbanita” (2004) divulgou o virtuosismo dos melhores músicos do Estado em composições e arranjos esmerados, recebendo numerosos elogios da crítica especializada e consagrando a cantora entre as vozes femininas do cenário local.

Dividindo a música com a vida acadêmica, Idilva vem incrementando recentemente suas apresentações, tendo retornado aos palcos com o show “My favorite things”, no Café Pagliuca,em fevereiro de 2016, quando interpretou Tom Jobim, Dorival Caymmi, João Bosco, Vinicius de Moraes, Gilson Peranzetta, Ivan Lins e Baden Powell, ao lado dos irmãos Gershwin, de Rodgers e Hart, Charles Mingus e Duke Ellington.

Em 2015, como convidada especial, e em 2016, com seu próprio show, participou do festival Ceará Jazz Series - Temporada Permanente de Jazz, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Também se apresentou no Maloca Dragão 2016 e no palco nobre do Cineteatro São Luiz em 2017.

Novos shows e parcerias musicais depois, o momento é de consolidar o reencontro de Idilva Germano com o público cearense, através do retorno a um dos repertórios mais admirados pela intérprete, que tem Billie Holiday entre suas maiores influências. "Billie é uma grande inspiração para muitas cantoras. Para mim, que tenho um trabalho muitas vezes situado entre o jazz e a música brasileira, a influência da musicalidade dela é muito forte e especial", testemunha Idilva Germano.

"São tantas músicas incríveis e de interpretação tão rica... É muito difícil escolher repertório. Mas partimos do disco 'Lady Sings The Blues', de 1956, e trazemos mais surpresas para o público, revisitando também outros discos", aponta Idilva Germano, que interpretará clássicos como "Autumn in New York", "Body and soul", "Love is here to stay", "The end of a love affair", além da faixa-título, "Lady Sings The Blues" e de novas surpresas para o público.

Mais sobre o Jazz em Cena

O "Jazz em Cena", novo projeto musical permanente do Centro Cultural Banco do Nordeste, que promoverá, em dois sábados a cada mês, apresentações especiais com os melhores músicos, em espetáculos elaborados para brindar o público com obras-primas da história do jazz, recriadas com o talento e a criatividade dos nossos instrumentistas e intérpretes.

Os shows do "Jazz em Cena" no Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza (Rua Conde D´Eu, 500, Centro, ao lado da Catedral) prometem marcar pela ousadia e pela criatividade, tanto na escolha do artista homenageado, quanto na seleção do repertório e dos músicos convidados para cada espetáculo, sempre com entrada franca, democratizando cada vez mais o acesso à excelência de nossa cena instrumental - referência para todo o País.

Entre os objetivos do "Jazz em Cena" estão contribuir para atender a grande demanda de público por mais shows de jazz em Fortaleza, apresentar a novos ouvintes a obra de grandes mestres da música, ressaltar o talento, a criatividade e o virtuosismo dos instrumentistas cearenses, de grande produção autoral, mas também capazes de recriar, a seu modo, trabalhos musicais históricas por sua beleza e sua importância.

O novo projeto se soma a outros que vêm sendo mantidos na capital cearense, como o Ceará Jazz Series, realizado desde 2015 no Teatro Dragão do Mar, o tradicional Festival Jazz & Blues (promovido em Guaramiranga e Fortaleza desde 2000), o Jeri Choro Jazz(desde 2009), os festivais instrumentais do Centro Cultural Banco do Nordeste e os shows promovidos em diversas casas noturnas, bares, restaurantes, teatros, centros culturais e espaços alternativos, formando uma rede crescente de opções para o público amante do jazz, com produções se ampliando ao longo de todo o ano.

Enviar

Deixe seu comentário: