segunda-feira, 1 de maio de 2017

Nova série de joias de Bruna Bortolotti será lançada na Sem Título Arte

No dia 3 maio, quarta-feira, às 19 horas, Bruna Bortolotti lança sua nova coleção de joias em prata na Sem Título Galeria (rua João Carvalho, 66). As peças são desenhadas e produzidas por Bruna que, na abertura da exposição, vai mostrar seu processo de criação e confecção das joias e conversar sobre ourivesaria com o público e seu avô, seu José Bomfim, um mestre no ofício.

Bruna produz as suas peças na oficina de seu avô Bomfim, com quem descobriu e aprendeu sobre o universo das joias artesanais, “esse ofício minucioso e lento de transformar um fio de metal em algo com forma, com pensamento e, de algum modo, com vida própria, pois não saberei o destino de uma peça quando ela é adquirida por alguém”.

Sobre o avô Bruna diz ter vindo dele boa parte do que sabe sobre “composição, temperatura, extensão, mobilidade, leveza e rigidez dos metais”. “Meu avô tem mais de 80 anos, tem paixão pela ourivesaria, conhece como poucos os segredos dos metais e é dono de algumas dezenas de invencionices”, como adaptar ferramentas para facilitar o trabalho.  A artista diz compor as suas peças com “pequenos vestígios” da relação amorosa que vai reunindo em seu trabalho.

“Meu refúgio particular tem pé direito alto, um corredor que atravessa os cômodos, é casa de morar, mas também de criar, é atravessado de invenções, traquitanas, soldas, fornos de domar metais. Meu refúgio é o lugar que divido com meu avô desde que me descobri encantada pelo universo das joias artesanais, esse ofício minucioso e lento de transformar um fio de metal em algo com forma, com pensamento e, de algum modo, com vida própria, não saberei de seu destino ao ser adquirido por alguém, em qualquer parte.

As portas desse lugar no mundo quem as abriu foi meu avô, o seu Bomfim. Ele pôs pra mim num cantinho da sua casa/oficina a mesa onde trabalho, por onde a luz entra na casa, e abriu sua ‘caixa de ferramentas’ para que eu pudesse imergir. Vem dele boa parte do que sei sobre composição, temperatura, extensão, mobilidade, leveza e rigidez dos metais. Meu avô tem mais de 80 anos, tem paixão pela ourivesaria, conhece como poucos os segredos dos metais e é dono de algumas dezenas de invencionices que não caberia contar nesse momento.

Bomfim é sagitariano. Nunca envelhece. Metade homem, metade cavalo atravessa a vida com um entusiasmo capaz de tirar o fôlego dos meus vinte e poucos anos. Estar entusiasmado é ter um “deus em si”. Suas flechas estão sempre apontadas para um porvir, um futuro que não tem medo de abraçar, de experimentar. Entre os signos de fogo, Sagitário é brasa, um signo de sábios. Ao seu Bomfim eu dedico esta nova série de peças. Não é exatamente uma referência literal ao signo, nem ao que vejo dele no meu avô. São atravessamentos do percurso que a flecha faz até chegar ao alvo.

Um caminho nem tão preciso assim, um alvo até desimportante. São pequenos vestígios dessa

relação amorosa que vou reunindo para o trabalho. Numa viagem ao interior da Bahia descobri
Oxóssi, o orixá do arco e da flecha de prata, correspondente a Sagitário. Sagitário, a coleção, é feita de abstrações dessas conexões todas, nela mantenho meu gosto pela sutileza, pelo descarte do supérfluo, um repertório estético e plástico que adquiri no estudo da arquitetura e na prática da oficina. Vejo a coleção como um conjunto de pequenas esculturas com vida própria.”


+ sobre o lançamento 
O lançamento da série de peças Sagitário, de Bruna Bortolotti, será na Sem Título Arte, um espaço de experimentação de arte contemporânea. Nesse dia, 3 de maio, ela desmonta o seu processo artesanal de produção e criação, com a presença de seu Bomfim. 



SERVIÇO

LANÇAMENTO DA COLEÇÃO SAGITÁRIO
Nova série de joias de Bruna Bortolotti
3 de maio
, às 19 horas
Conversa com a artista e com seu avô, seu Bomfim
Aberto ao público

LOCAL
Sem Título Arte  
Rua João Carvalho, 66
http://www.semtitulo.art.br
85 98881.8261 (OI) / 85 99925.9825 (TIM)
@semtituloarte
semtituloarte@gmail.com
Enviar

Deixe seu comentário: