segunda-feira, 22 de maio de 2017

Teatro de Santa Isabel comemora aniversário ao som de jazz 

Com a casa lotada, a banda austríaca David Helbock Trio celebrou os 167 anos do teatro monumento, com uma comitiva de diplomatas da Europa na plateia

Os 167 anos do Teatro de Santa Isabel foram celebrados ontem, numa noite de casa cheia e muita música. Oferecido pela Embaixada da Áustria, numa articulação com a Prefeitura do Recife e o Governo de Pernambuco, o show da premiada banda David Helbock Trio embalou a comemoração do aniversário do teatro monumento, tombado pelo Iphan desde 1949, com mais de uma hora de jazz autoral, genuíno e inspirado.

O pianista David Helbock, que batiza a banda e protagoniza os arranjos, faz do piano um instrumento eloquente, explorando todas as suas possibilidades acústicas. Completam o trio o baixista Raphael Preuschl e o baterista Reinhold Schmölzer, cuja performance rouba a cena.

O show, que durou cerca de 70 minutos e foi aberto ao público, integrou a programação da missão anual dos embaixadores da União Europeia (UE) no Brasil, que escolheu, em 2017, o estado de Pernambuco como cenário. A visita estratégica, realizada entre os dias 18 e 21, tem como objetivo fortalecer laços e encurtar distâncias entre Pernambuco e as fortes economias da União Europeia, abrindo possibilidades de novas parcerias nas áreas de economia criativa, cultura, turismo e indústria.

Na abertura da noite, o teatro foi celebrado com um rápido discurso de Zezo Oliveira, ator, diretor e assessor especial da Secretaria de Cultura do Recife. “Em cada espaço desse glamouroso teatro, respiramos as ideias de mudança, da força da criação. É a arte encantando a vida e a vida transformando-se em arte. É vida-arte em tradução”, disse em certo momento de sua fala, para uma numerosa plateia.

A estudante Quézia Roberta, 23 anos, aproveitou a ocasião para celebrar o Santa Isabel e, ao mesmo tempo, conhecer o equipamento. “Shows gratuitos como esse são um importante incentivo à cultura”, disse. “É minha primeira vez no teatro, mas posso garantir que será a primeira de muitas.”

Já a aposentada Francisca Raposo, 66 anos, perdeu as contas de quantos concertos e shows já viu no teatro. “Sempre que tem espetáculo gratuito da Prefeitura, eu corro para pegar ingresso. Não perco. Não deixo de usufruir da cultura e das coisas boas da vida.”

“Cultura nunca é demais”, emendou Ludmila Caneca, de 33 anos. “Além de ser lindo, esse teatro tem um papel muito importante de difundir a cultura por meio desses shows gratuitos. Está de parabéns duas vezes.”

A dona de casa Maria Fernanda, de 38 anos, levou a família inteira ao teatro. “Como meus dois filhos adoram jazz, ninguém quis perder”, disse. A publicitária Gabriela Araujo, 22 anos, e o namorado, Alan Vinicius, 25 anos, também fizeram questão de conferir de perto a apresentação. “Ficamos sabendo do show por um site de notícias. Eu adoro jazz e adoro esta banda, mas nunca tinha tido a oportunidade de assistir a um show deles. Uma banda massa, no melhor teatro do país era um programa imperdível! O Santa Isabel é incrível. Tem uma arquitetura fantástica”, disse, caprichando nos adjetivos.

Dona Maria do Carmo, 74 anos, também marcou presença na festa do “amigo” de longas datas. “Não poderia deixar de prestigiar o aniversário do Santa Isabel.”

PROGRAMAÇÃO - Na semana que vem, o teatro será novamente palco de espetáculos gratuitos de música. A Orquestra Sinfônica do Recife se apresenta nos próximos dias 23 e 24, para escolas e para o público e geral.
A apresentação para estudantes será às 10h do dia 23. Escolas interessadas em participar dos Concertos para a Juventude podem realizar o agendamento pelo telefone: 3355-3323.
No dia 24, o concerto começa às 20h. Para assistir, basta retirar o ingresso no teatro uma hora antes da apresentação.
Enviar

Deixe seu comentário: