domingo, 25 de junho de 2017

Enfrentando risco de paralisação, IFCE recebe nesta segunda, 26/6, no Campus Fortaleza, debate sobre dificuldades de orçamento


Enfrentando fortes consequências de cortes e contingenciamentos que prejudicam o dia a dia e colocam em risco a continuidade das atividades acadêmicas, as servidoras e os servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) realizam o debate “Educação profissional em tempos de crise: impactos no IFCE e estratégias de superação”, nesta segunda-feira, 26/6, das 14h30 às 18h30, no auditório principal do Campus Fortaleza. A mesa-redonda integra um conjunto de ações que objetivam debater a condição da Rede Federal, e, em especial, a situação orçamentária do Instituto. Para tanto, foram convidados o Prof. Dante Moura, do IF do Rio Grande do Norte, e o Prof. Virgílio Araripe, reitor do IF do Ceará, que será representado pelo Prof. Tássio Lofti, pró-reitor de Administração e Planejamento.

A discussão sobre orçamento decorre das inúmeras reclamações recebidas pelo Sindicato quanto à realidade desafiadora vivenciada nos diversos campi do Instituto, em virtude de cortes orçamentários, contingenciamento, falta de recursos. As consequências desse cenário, imposto pelo Governo Federal e até o momento não denunciado publicamente pela Reitoria do Instituto (ao contrário do que fizeram instituições como a UFC e os Institutos Federais de Tocantins e Mato Grosso, publicando notas a respeito), já são sentidas de forma grave no dia a dia da comunidade acadêmica.

Como o Sindsifce vem alertando, as dificuldades orçamentárias já vêm causando demissão de trabalhadores terceirizados, corte nos serviços de transporte e visitas técnicas, escassez de recursos para assistência estudantil e até incerteza quanto à própria continuidade do funcionamento de alguns campi, diante da falta de dinheiro até mesmo para custear o almoço de estudantes. Falta de equipamentos para laboratórios, suprimentos de informática, entre outros itens de consumo, além de total ausência de perspectiva quanto a obras necessárias nos campi também foram apurados pelo SINDSIFCE, a partir dos relatos da comunidade.

O evento do dia 26 de junho é fruto de encaminhamento da Assembleia Geral das servidoras e dos servidores realizada no último dia 2, em que ficou clara, mais uma vez, a situação extremamente grave do Instituto. A categoria deliberou por chamar a Reitoria para um debate amplo com a comunidade, aberto a todos os interessados. A presença do reitor Virgílio Araripe foi formalmente solicitada, por meio de ofício entregue em mãos ao reitor em exercício, Ivam Holanda, na manhã deste dia 14.

O SINDSIFCE destaca a expectativa de contar com grande número de servidores no evento, ocasião em que o tema do orçamento será tratado por toda a comunidade acadêmica. Incluindo representantes de todos os campi do IFCE, para buscar soluções concretas quanto ao problema e mais transparência da Reitoria quanto ao orçamento e à forma como são definidas as prioridades para o uso dos recursos.

Outra forma de acompanhar a mesa-redonda “Educação profissional em tempos de crise: impactos no IFCE e estratégias de superação” será por meio de transmissão online, com transmissão ao vivo, pela página do Facebook (Sindsifce Sinasefe).

Enviar

Deixe seu comentário: