sexta-feira, 30 de junho de 2017

Tecnologias aplicadas à logística são discutidas em encontro no CIPP

A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP), por meio do Comitê Temático de Infraestrutura Industrial, realizou, nesta quarta (28), mais uma edição do encontro Ciclo de Palestras. Com o tema “Integrando Logística e Tecnologia como Fator Competitivo”, o especialista no assunto, Ricardo Montagna apresentou aos convidados algumas soluções tecnológicas para um dos principais gargalos das indústrias: a logística. Os principais assuntos discutidos foram as exigências do profissional da logística no mercado atual; tecnologia apoiando a melhoria de processos; WMS (Warehouse Management System); tendências das soluções de automação na logística e tecnologia como diferencial competitivo: reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Para o presidente da AECIPP, Ricardo Parente, encontros como o Ciclo de Palestras são oportunidades de crescimento para o complexo industrial: “Nós queremos que o CIPP seja referência nacional e internacional de boas práticas. O Brasil tem muitos complexos industriais que não dão bons resultados e a função da nossa associação é justamente exponenciar o potencial do CIPP, que hoje ocupa uma área de mais de 13 mil hectares e gera mais de 50 mil empregos diretos e indiretos. Na AECIPP nós acreditamos que sozinhos vamos mais rápido e juntos nós vamos mais longe”, ressalta.

Montagna reconheceu que as empresas tem buscado cada vez mais automação como forma de minimizar os custos: “Hoje a logística é um “cliente” muito importante da tecnologia. E a TI tem oferecido cada vez mais soluções para os desafios ligados a ela. As empresas e indústrias estão reconhecendo essa importância e procurando cada vez mais os recursos tecnológicos a fim de aperfeiçoar o setor. Aqui no CIPP, por exemplo, que é hoje uma das regiões mais desenvolvidas do Ceará, pelo tamanho das empresas, pela infraestrutura do local, os investimentos em tecnologia para a logística só vêm a ampliar esse cenário”, argumenta.

Além da palestra principal, Ricardo Parente fez uma breve apresentação sobre o CIPP e a AECIPP, assim como foram apresentados os principais pilares do Comitê de Logística, sob comando de Júlio Moura (coordenador) e Carlos Alberto Alves (líder).

Confira alguns depoimentos sobre o encontro:
“O Comitê de Logística precisa estar envolvido com assuntos tanto dentro como fora das empresas. Ele precisa estar atento às políticas públicas, às tendências de mercado, enfim, ao que as empresas estão demandando. O que nós querermos é proporcionar para as empresas associadas que elas tenham no CIPP o que as levaram a procurar àquela região para se instalar, que é estar em um local estratégico, tanto pela localização quanto pelas oportunidades de ampliar os negócios. Seja com novas parcerias ou com instrumentos que as façam reduzir os custos de operação, que foi o que apresentamos hoje durante o Ciclo de Palestras. Esse foi só o nosso primeiro passo e foi muito importante ver que já estamos alinhados com as principais tendências tecnológicas para logística que foram apresentadas. Agora nós temos que fomentar novos temas para agregar mais conhecimento mútuo e realizar um trabalho em conjunto entre empresas associadas e a associação como um todo”.
Júlio Moura – Coordenador do Comitê Temático de Infraestrutura Industrial da AECIPP

"Tivemos uma palestra muito rica de conhecimento sobre as novas tecnologias para auxiliar as empresas em seus processos logísticos, sendo muito bem conduzida pelo nosso especialista Ricardo Montagna. Além disso, anunciamos em primeira mão durante o evento o Senso de Áreas de Armazenagem no Complexo, visando mais negócios e uma interação maior entre as empresas para o fomento de novos negócios, sejam importações ou exportações. Isto é, poderemos usar melhor a capacidade ociosa que existe em algumas áreas do CIPP"
Carlos Alberto Alves – Líder do Comitê de Logística e diretor da Tecer Terminais Portuários

“Hoje em dia, com a competitividade, nós precisamos olhar para dentro das nossas empresas e reduzir os nossos custos, por meio de melhores ações de gestão. Com base nisso, vem os controles e os acompanhamentos, como é o caso do setor de logística. Isso hoje é muito importante na empresa para a redução de custos. Então, encontros como o que tivemos agora, são muito produtivos. A AECIPP é uma associação de 20 empresas de serviços e indústrias, é preciso estar atento às novidades do mercado, às inovações tecnológicas e a tudo que possa somar para o desenvolvimento sustentável dos seus negócios. Nós precisamos cada vez mais aprimorar nossas ferramentas para, diante disso, estar mais competitivos no mercado. Por essas e outras razões, essa é uma excelente iniciativa. É a primeira vez que o Conselho Temático de Relações Internacionais (CORIN) vem aqui e nós só temos a agradecer o convite”.
Marcos Veríssimo de Oliveira – Presidente do Conselho Temático de Relações Internacionais (CORIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC)

“Nós temos duas unidades fabris em Caucaia e uma Unidade Avançada de Controle no Porto do Pecém. Mas nós estamos trabalhando no projeto do armazém alfandegário, de uma área alfandegária no Porto. Nós estamos apoiando essa iniciativa e isso nos traz cada vez mais para perto do Porto do Pecém e do CIPP como um todo. Para nós, essa área de logística é o coração do grupo, é o que nos diferencia dos outros distribuidores do setor, tanto em nível de localização como em estratégia de distribuição logística. Então vir aqui nesse evento e entender mais sobre esse tema é extremamente importante. Ter acesso a novas ferramentas como as que foram apresentadas hoje sempre agrega valor. É uma iniciativa muito válida”.
Newton Guimarães Jr – Gestor Comercial do Grupo Aço Cearense
Enviar

Deixe seu comentário: