quinta-feira, 20 de julho de 2017

Espetáculo com fantoches encerra programação infantil especial de férias da Caixa Cultural Fortaleza

O grupo Sobrevento comemora 30 anos de criação com o espetáculo Cadê O Meu Herói?, em temporada de 28 a 30 de julho

Foto: Paquito


A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 28 a 30 de julho de 2017, o espetáculo infantil Cadê O Meu Herói?, que encerra a temporada infantil especial de férias e comemora os 30 anos do grupo Sobrevento. O projeto traz uma releitura dos antigos romances de cavalaria e conta com a tradicional história da donzela aprisionada na torre do castelo por um barão malvado – com quem não quer casar-se – e espera a vinda de um herói para salvá-la. Tudo contado por meio de fantoches!

Especialmente recomendada para crianças que se acham grandes demais para o teatro de bonecos, a peça termina por revelar que, na vida real, não existem heróis ou soluções milagrosas e que o diálogo é mesmo a melhor solução para todos os problemas. É uma montagem que só pode ser representada por fantoches e que prova que há coisas que só os bonecos podem fazer. Um raro espetáculo de ação, aventura, uma “megaprodução em miniatura”, debochada, sem-cerimônia e com um final inesperado.

A manipulação, dirigida por Yang Feng – maior mestre da técnica da luva chinesa de quinta geração – impressiona pelas ações e gestos que raramente os fantoches são capazes de fazer. Fruto de um intercâmbio artístico entre Brasil, China e Argentina, o mestre apresentou-se em mais de vinte capitais do Brasil, para públicos de até trinta mil pessoas, e em cidades de diferentes regiões da Espanha. Ganhou o prêmio Mambembe (Funarte / MinC) pela manipulação dos bonecos.
Mais que um simples espetáculo de bonecos, o projeto é uma rara ideia de aperfeiçoamento desenvolvida por um grupo teatral. O Sobrevento promoveu um intercâmbio internacional entre bonequeiros de diferentes origens e formações, juntando-os em um trabalho original. A montagem trouxe ao país os bonequeiros Yang Feng (China), responsável pela direção de manipulação do espetáculo; e Horácio Tignanelli (Argentina), que teve que reescrever seu próprio texto original, adaptando-o à técnica dos fantoches chineses. O último bonequeiro a integrar-se ao projeto foi o Mestre Saúba, considerado por Fernando Augusto (Pesquisador do Teatro Popular nordestino, diretor do Grupo Mamulengo Só-Riso e criador do Museu do Mamulengo, em Olinda) o maior escultor vivo de mamulengos.
Oficina
Além das apresentações, o Grupo Sobrevento vai realizar, no dia 29/07, das 10 às 13h, a oficina de Introdução ao Teatro de Animação, ministrada por Sandra Vargas. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas de 21/06 a 24/07 através do email info@sobrevento.com.br. A lista com os selecionados será divulgada a partir do dia 25/07, no site www.sobrevento.com.br
Sobrevento comemora 30 anos
As apresentações comemoram os 30 anos do Grupo Sobrevento, uma das companhias teatrais mais longevas e mais ativas do país. Desde 1986, o grupo tem se dedicado à pesquisa da linguagem teatral e é considerado, internacionalmente, um dos maiores expoentes brasileiros do Teatro de Animação. Desenvolve um trabalho contínuo que envolve a apresentação de seu repertório, realização e curadoria de festivais e eventos, além de diferentes atividades de formação e difusão do Teatro de Bonecos. Em suas andanças, viajou por todo o Brasil, do Acre ao Rio Grande do Sul, e apresentou-se em mais de uma centena de cidades não só do Brasil, mas também da Espanha, Inglaterra, Irlanda, Escócia, Suécia, Estônia, Argentina, Chile, Colômbia, Angola, Irã e México. O Sobrevento fez, em sua carreira, quase 600 apresentações, o que perfaz uma média de cerca de 200 apresentações por ano (ou seja, mais que uma apresentação, dia sim, dia não), ao longo de 30 anos. Ainda em 2017, o grupo estreia seu novo espetáculo em São Paulo e realiza turnês com quatro espetáculos diferentes pelo Chile, França e China.
Ficha técnica e artística
Realização: 
Marruá Arte e Cultura LTDA
Concepção Geral:
 Grupo Sobrevento
Texto: Horacio Tignanelli
Direção Geral: Luiz André Cherubini
Manipulação: Sandra Vargas, Luiz André Cherubini e Anderson Gangla
Tradução: Luiz André Cherubini e Sandra Vargas
Dramaturgia: Horacio Tignanelli
Direção de Manipulação: Yang Feng
Escultura dos Bonecos: Mestre Saúba

Serviço:
Teatro: Cadê O Meu Herói?
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 28 a 30 de julho de 2017
Horários: Sexta, às 18h | Sábado e domingo, às 17h
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Vendas 2h antes de cada espetáculo
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local

Oficina: Introdução ao Teatro de Animação
Data: 29 de julho
Horário: 10h às 13h
Inscrição: através do e-mail info@sobrevento.com.br, entre os dias 21 de junho a 24 de julho
Capacidade: 20 vagas
Classificação indicativa: 18 anos
A lista com os selecionados será divulgada a partir do dia 25/07, no site www.sobrevento.com.br

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: 
(85) 3453-2770
Enviar

Deixe seu comentário: