segunda-feira, 24 de julho de 2017

Festival Halleluya tem presença internacional



O som de esperança que toca no palco do Festival Halleluya já alcançou pelo menos três continentes até a quarta noite de evento. O público internacional acompanha o festival, sobretudo, através das redes socais. No entanto, em meio aos 350 mil participantes do sábado, 22, a arena recebeu a visita especial de dois jovens americanos.
William Beauchesne, 30, e Daniel Simard, 23, vieram de Boston, nos Estados Unidos, acompanhados por Higor Fontoura, missionário da Comunidade de Aliança Shalom. Os dois fazem parte da missão que a Comunidade Católica Shalom tem na cidade americana. Eles ficaram impressionados com a quantidade de pessoas no evento e com o respeito e devoção com que elas participam do momento de adoração.

A força da fé das pessoas chamou a atenção de William. Além disso, o educador físico comenta que, apesar dele e o amigo serem estrangeiros, foram muito bem acolhidos. A impressão que ele teve foi a de que as pessoas já o conheciam há muito tempo. O americano passou pelos espaços observando cada detalhe, pois o desejo dele é levar o Halleluya para a sua cidade.

Para Daniel, o Halleluya é uma forma de Deus alcançar as pessoas da forma que elas são.  Além disso, o seminarista destaca que os diversos espaços buscam atender os interesses de cada homem e de cada mulher. Ele e o amigo participam do evento desde quarta-feira, 19, e pretendem ficar até domingo, 23.

Foto: Jonas Viana
Enviar

Deixe seu comentário: