sexta-feira, 7 de julho de 2017

Fresta Literária 2017 tem como destaque a produção cearense



A Praça dos Leões, no Centro de Fortaleza, será o pano de fundo a realização da Fresta Literária 2017 -  A Palavra e a Cidade, promovido pelo Coletivo Alumiar e Revista Berro. O evento será realizado de 22 a 23 de julho, a partir das 14 horas, no salão do Lion’s Bar.

A Fresta ocupará uma parte da Praça dos Leões com poesias, expositores de produtos ligados a literatura, dando preferência às produções independentes, com espaços horizontais e democráticos para apresentação de artistas e coletivos com trabalhos autônomos.

Os bate-papos e encontros serão gratuitos, puxados pela temática da literatura e flexíveis ao diálogo com outras linguagens, trazendo à tona a diversidade da produção literária e os diálogos que ela pode possibilitar com a cidade.

“A Fresta se dará através da arte do encontro; na rua, nos botecos, praças, como mais um evento de resistência à mercantilização da vida e bênção à memória e a palavra, elementos, para nós, fundamentais na composição do nosso imaginário de cidade; lugar de encontros, circulação de saberes e encantamento da vida” destaca Alexandre Greco do Coletivo Alumiar.

Sábado. 22/07
Mesas. Espaço Lions Bar
·      A Poesia que Persiste no Escuro – Renato Pessoa, Nina Rizzi e Jardson Remido.
·      cronista e o labor cotidiano de inventar frestas – Iana Soares, Dimitri Tulio* e José Anderson Freire Sandes.
·      Leitoras Públicas: Diversas vozes para diversas literaturas - Talles Azigon, Sara Síntique, Tetê Macambira, Nina Rizzi e Ayla Andrade  
·      INTERVENÇÃO: Um Quarto de Despejo
·      Dona Mocinha - Raphaelle
·      Mate-me logo, à tarde, às seis... – Ricardo Kelmer e Alan Mendonça
·      Roda de Poesia - Pedro Bomba
·      Música - Uirá dos Reis
·      Música - Sapoti Sounds

Domingo. 23/07
Mesas. Espaço Lions Bar
·      Do Estoril ao Cais Bar; O andar do bêbado – Romeu Duarte
·      Cartografia Amorosa de Fortaleza – Júlio Lira
·      Fresta Poética - Corpo sem Órgãos (Sarau)
·      Mário Gomes e seu teto de estrelas – Ethel de Paula
·      Poetas pelas ruas do Centro: Mário Gomes, Érickson Luna e Miró da Muribeca - Experiências urbanas e poesia em Fortaleza e Recife - André Telles do Rosário
·      Crônicas Absurdas das Cidades -  Raymundo Netto e Mailson Furtado
·      Entre chamas e espinhos: distopias e perspectivas nas cidades – Dilson Lages e Airton Uchoa Neto
Enviar

Deixe seu comentário: