segunda-feira, 24 de julho de 2017

Julho Verde alerta para importância de prevenção do câncer de cabeça e pescoço

A Associação Nossa Casa apoia a campanha nacional em prol do conhecimento sobre a doença. A instituição oferece ainda um grupo de apoio que dá suporte aos pacientes e familiares

Imagem inline 2



O mês de julho é conhecido como o período de conscientização do câncer de cabeça e pescoço e é marcado, nacionalmente, por diversas ações com o objetivo de estimular a prevenção da doença. De modo geral, esse tipo de câncer pode ser muito grave, mas, segundo alerta Dr. Hugo Luz, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço - Regional Ceará e médico oncologista do CRIO, quando diagnosticado no início, ele tem alta chance de cura. Por isso, é importante estar atento aos sinais e não protelar a procura ao médico. 

Ferida na boca, rouquidão e caroço no pescoço, que não regridem em 15 a 21 dias, podem ser sinais da doença. Pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e fumam devem ter atenção redobrada, pois, segundo o médico, esses são grandes fatores de risco. Por isso, a prevenção envolve "não beber, não fumar ou procurar ajuda para se livrar dos vícios", explica Dr Hugo. 

Mas, mesmo quem não está dentro deste grupo não pode descuidar, ingerir bastante água e ter uma alimentação balanceada e saudável é fundamental a qualquer pessoa. Além disso, Dr. Hugo recomenda a vacinação contra o vírus HPV, e a visita regular ao dentista. "O profissional pode ajudar na detecção de pequenos tumores e no cuidado com a saúde da boca", finaliza o profissional. 

Apoio
O Grupo de apoio, educação e suporte Ressoar Cabeça e Pescoço funciona há 7 anos dando suporte para os pacientes de câncer na Associação Nossa Casa. Sob a coordenação do Fonoaudiólogo Jorge Moreira e a Terapeuta Ocupacional Patrícia Citó, ambos colaboradores do CRIO e voluntários da Nossa Casa, o grupo é formado por pacientes, ex-pacientes com câncer na área da cabeça e pescoço, seus familiares e os profissionais e voluntários envolvidos.      

Todo o trabalho desenvolvido busca acolher os pacientes para que eles se sintam assistidos. “O principal impacto na vida dessas pessoa é o sentimento de reinserção social e de melhor enfrentamento da doença”, explica Jorge Moreira. As reuniões acontecem na 3ª quarta-feira de todo mês, no auditório do CRIO, às 9h. As atividades envolvem palestras educativas e motivacionais, passeios socializantes e comemoração de datas festivas como natal, São João, dia dos pais e carnaval.

Associação Nossa Casa
A Associação Nossa Casa, organização sem fins lucrativos, completou em abril deste ano, 13 anos de fundação e auxílio a pessoas que lutam contra o câncer. A instituição tem por missão oferecer serviços humanizados e especializados em Assistência Social e Saúde às pessoas com câncer, além de desenvolver ações de prevenção e informação junto à comunidade no Ceará.
A Associação mantém, em Fortaleza, uma casa de apoio que oferece aos pacientes rf3rtratamento de radioterapia e quimioterapia, facilitando o processo terapêutico, oferecendo hospedagem, conforto, segurança e cuidado humanizado. O espaço é destinado a pacientes vindos do interior do Estado do Ceará e de outros estados e tem capacidade de hospedagem para até 50 pessoas.
A Nossa Casa surgiu da iniciativa e união de esforços da sociedade civil, dos funcionários e pacientes do Centro Regional Integrado de Oncologia – CRIO com a proposta de auxiliar as pessoas em tratamento contra o câncer.
Serviço:Associação Nossa Casa
Local: R. Francisco Calaça - Álvaro Weyne, Fortaleza
Horário de funcionamento: segunda a sexta (8h às 17h)
Telefone: (85) 3521.1538
Facebook: /associacaonossacasa
Instagram: @associacaonossacasa
E-mail: associacaonossacasa@gmail.com
Enviar

Deixe seu comentário: