quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Museu do Ceará recebe abertura da exposição "Sertão Holandês", de Stênio Burgos, neste sábado, 26/8, às 15h


Fotos: Divulgação/Secult/Felipe Abud.


O Museu do Ceará, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), recebe, neste sábado, 26/8, às 15h, a abertura da exposição “Sertão Holandês”, que reúne mais de 30 pinturas de Stênio Burgos, com curadoria de Olga Paiva. Com entrada franca, a exposição continua em cartaz até 30 de setembro, de terça a sábado, de 9h às 17h.

Em "Sertão Holandês", as pinturas a óleo sobre tela e sobre cartão de Stênio Burgos abrangem uma década da vida do pintor, no período de 2006 a 2016. As obras foram realizadas em Amsterdam, Zelândia e Amontada. Burgos retrata o sertão de memória nesta mostra pode ser compreendida como um relato autobiográfico.


Entre as grandes surpresas da exposição, está a obra “Kleurestaal do Sertão”, uma tabela de cores realizada em 96 embalagens das tintas “Old Holland”, feita especialmente para essa mostra, cujos temas refletem sua vivência entre o sertão e os Países Baixos.



Sobre Stênio Burgos


Stênio Burgos mantém ateliês em Amsterdam e na praia de Icaraí, em Amontada, no Ceará. Em 1978, graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). No período de 1984 a 1987, residiu em Barcelona, com bolsa concedida pelo Ministério de Assuntos Exteriores da Espanha, no Grupo “Forum Humanum” do Clube de Roma. Estudou desenho e pintura no Estudi Chelsea, dirigido por Emma Grau, e participa de mostra coletiva de pintura, na Sala Sant Jordi (1986). Entre os anos de 1988 e 2001, atuou como arquiteto autônomo em Fortaleza (CE).



Em 2000, faz uma Exposição individual na Casa Cor (Fortaleza-CE), com a série de “Marinhas”. Em 2001, faz nova exposição individual na Casa Cor (Fortaleza-CE), com o painel intitulado “Álbum de Família”, composto por 38 quadros e 1 espelho. Integrou ainda exposições coletivas no Espaço Cultural do Banco Central do Brasil (Rio de Janeiro-RJ). Entre as exposições individuais realizadas estão “Os riscos do bordado” (2013), em homenagem a Nice Firmeza, no  Museu do Ceará; exposição individual no Centro de Estudos Latino-Americano – CEDLA,  Amsterdam, Holanda; e “Pinturas – Stênio Burgos”,  no  Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará.



Serviço:


Abertura da Exposição "Sertão Holandês", de Stênio Burgos
No Museu do Ceará (Rua São Paulo, 51 - Centro)
Sábado, dia 26/8, às 15h
Entrada Franca
Visitação: Até 30 de setembro, de terça a sábado, de 9h às 17h

Enviar

Deixe seu comentário: