segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Sinpol encaminha ofício para o Ministério Público solicitando a convocação de todo o cadastro de reserva de escrivães e inspetores

Mesmo não sendo ainda comunicado oficialmente, o Sinpol tomou ciência da possibilidade real de não convocação de todo o cadastro de reserva na proxima chamada do concurso.

Diante disso, foi encaminhado um ofício, na última sexta (25.08), para o Procurador Geral de Justiça, Dr. Plácido Rios, solicitando uma reunião e a intermediação do Ministério Público do Ceará, no sentido de viabilizar, junto ao Governo, a convocação de todo o cadastro, tanto de escrivães, quanto de inspetores. 

O Sindicato entende que o titular da ação penal exerce também, dentre as suas prerrogativas, a fiscalização da atividade policial. É ele que verifica a condução das investigações, sendo, portanto, o maior interessado que a polícia judiciária funcione.  Segundo a vice-presidente do Sinpol Ceará, Ana Paula Cavalcante, isso não acontece atualmente exatamente pela falta de efetivo.  “Os crimes estão se multiplicando, o crime organizado se estabeleceu no Estado e se especializou, e a Polícia Civil não consegue dar conta de tamanha demanda” declarou Ana Paula.

Nesse sentido, é preciso a convocação de todos do cadastro de inspetores e principalmente escrivães, devido à dificuldade dos cartórios, que não conseguem dar vazão às demandas de inquéritos policiais, que acabam acumulando e fomentando a impunidade. 

Portanto, o Sinpol espera contar com o apoio do Ministério Público, para que haja assim, a convocação de todos, que de fato não serão suficientes para se aproximar da real necessidade da Polícia Civil, mas dentro das condições atuais, já ajudaria bastante.

Confira o conteúdo do ofício no link: https://goo.gl/15Bq2G
Enviar

Deixe seu comentário: