terça-feira, 12 de setembro de 2017

Agenda cultural - Museu de Arte Sobrado Dr. José Lourenço recebe a 2ª Edição da Exposição - Fórum: Artes Descoloniais


Em cartaz, no Museu de Arte Sobrado Dr José Lourenço, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, a Exposição/Fórum "Artes Descoloniais, em sua 2ª edição, traz como proposta unir teoria e prática, permitindo aos participantes uma experiência diferenciada sob determinada temática, a partir de diversos e interdisciplinares pontos de vista a respeito.

"Considerando os dez anos do Museu, que desde o princípio é um contínuo ambiente de reflexão, discussão e debate, faz-se necessário que a temática seja urgente e precisa: Arte Descolonial. Foi pensando nisso que o Museu de Arte Sobrado Dr. José Lourenço convidou artistas, pesquisadores e demais membros cooperadores dos Mundos das Artes a criar/pensar a respeito desta nomeação", destaca Natália Maranhão, Coordenadora do espaço e produtora da exposição.

Para além de um período histórico, inscrito na cronologia linear da História da Arte, entendemos que Arte Descolonial é uma prática, um ato político, uma perspectiva expandida para o artista do tempo presente, onde a memória é instrumento de luta e resistência, portanto, de praticar permanentemente a descolonização do pensamento, ressalta a Curadora Conceitual do Evento, Carolina Ruoso.

Sobre Arte Descolonial

Criar a partir de uma prática Descolonial do pensamento será problematizar a herança colonial? Será partir de uma compreensão que considera diversos centros de consciência e questiona uma perspectiva atropo/eurocêntrica? Nesta edição da Exposição/Fórum, o Sobrado Dr José Lourenço reúne trabalhos acadêmicos, experiências de professores de artes, criação artística, entre outras ações e produções acadêmicas que possam contribuir com a noção de Arte Descolonial.

Em que momentos do século XX podemos imaginar que tais elaborações apareceram em diferentes momentos e contextos nos mundos das artes? Podemos imaginar para o século XIX? E em que medida a partir de referências da Museologias Social, Crítica e Subalterna podemos pensar em uma escrita da História da Arte Descolonial em diálogo nos museus? Como os mundos das artes e do patrimônio cultural dialogam entre zonas de contato construindo protagonismos descoloniais? Nas curadorias e suas metodologias como podemos imaginar que a dimensão participativa elabora práticas subalternas de construção das narrativas sobre as artes? Nas escolas, quais temas? quais artistas? Como as práticas de criação possibilitam a construção dos sujeitos atuantes no mundo contemporâneo? É preciso ou necessário pensar na nomeação Arte Descolonial? Manifestar a Arte Descolonial para quê e para quem? Existe uma Arte Descolonial? Arte Descolonial, quem pratica? Onde encontramos? Como experimentamos? São muitas as perguntas, são muitas as possibilidades de conversa, e nos utilizamos de todos estes itens para esta 2ª Edição, para tanto, dialogamos, pensamos e criamos juntos.

:: Maiores informações pelo site:

https://sobrado3107.wixsite.com/exposicaoforum

:. Serviço:
Em cartaz de 9 a 30 de Setembro/2017
Enviar

Deixe seu comentário: