sábado, 30 de setembro de 2017

Campanha Ceará sem Drogas movimenta o município de Boa Viagem


O município de Boa Viagem foi sede da 19ª edição da campanha Ceará Sem Drogas na manhã desta sexta-feira (29/09), reunindo cerca de 2.500 pessoas. Com o intuito de disseminar informações e sensibilizar a população sobre o uso de drogas e a dependência química, o projeto, idealizado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), vem promovendo debates em diversas cidades cearenses desde 2014.
Com 52 mil habitantes, a cidade que acolheu o evento no Centro de Esportes, atualmente apresenta um quadro grave do problema com o uso de drogas, especialmente o crack, segundo levantamento do Observatório do Crack, projeto da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). De acordo com o mapeamento, 82% dos municípios cearenses possuem algum problema com o crack, variando entre os níveis alto, médio e baixo.
Diante desse cenário, Zezinho Albuquerque ressaltou a necessidade de envolvimento de todos. “Estamos quebrando um tabu, construindo o diálogo. Sabemos que muitos jovens usam drogas por curiosidade e acabam se tornando dependentes químicos”, lamentou.
Lembrando a importância do acesso ao tratamento, o deputado ressaltou a criação do Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e outras Drogas, que facilita a captação e aplicação de recursos para atividades do Sistema Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. O Fundo foi criado por iniciativa do deputado, aprovado na Assembleia Legislativa de forma unânime e viabilizado pelo Governo do Estado.
Marcos Cals, ex-presidente da Assembleia Legislativa, elogiou a iniciativa do projeto que está percorrendo o Ceará com um assunto urgente, trazendo informação para a juventude, especialmente com relatos de uma pessoa que tem experiência com a dependência química e, especialmente, de quem a tem superado, como o ex-jogador de futebol e atual comentarista esportivo Walter Casagrande.
A prefeita de Boa Viagem, Aline Vieira (PR), afirmou que a campanha da AL vem somar com a atuação municipal na conscientização de um problema que vem afetando tantas famílias. “Criamos o pacto municipal Todos pela Vida, que integra as diversas secretarias em um trabalho articulado de prevenção ao uso das drogas. Já temos mais de 60% dos nossos estudantes em tempo integral, mas queremos ainda mais, entendemos isso como um avanço também na prevenção”, afirmou.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.