quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Cerveja: Mestre-Cervejeiro.com recebe, hoje, 14, workshop com degustação



Desde o seu surgimento junto com as primeiras civilizações humanas, a cerveja é produzida de diferentes formas conforme os ingredientes, técnicas e costumes de cada local. E a este conjunto de características encontradas nas cervejas de determinada região convencionou-se referir como “Escola Cervejeira”.

A fantástica tradição cervejeira da Escola Belga, sua rica história e como ela se manifesta em alguns dos seus estilos de cerveja serão tema de workshop com degustação na loja Mestre-Cervejeito.com, em Fortaleza.

A Escola Belga
Já nos tempos de Júlio César, que expandiu o território romano pela região conhecida então como Gália – onde hoje fica a França e a Bélgica –, os habitantes da região já produziam sua própria versão de cerveja, comparativamente mais potente do que a versão consumida pela população romana.1

Nesta época, há aproximadamente dois mil anos atrás, a produção de cerveja era uma atividade caseira e rural. Após a queda do império romano o poder da Igreja cresceu e com isso começaram a surgir monastérios na região. E estes monastérios já vinham equipados com cervejarias para atender aos próprios monges e à população local.2

Com o tempo, os monges foram refinando suas técnicas e aprimorando as cervejas, que se desenvolveram com um perfil complexo, intensamente aromático, alcoólico e com uma complexidade transcendental de aromas e gostos. E enquanto os monges avançavam o conhecimento cervejeiro, o crescimento das cidades incentivou o surgimento de cervejarias em escala industrial. Algumas seguiam o padrão das cervejas de abadia, enquanto outras mantiveram as técnicas de fermentação espontânea em tanques abertos e aos poucos foi tomando forma o que hoje chamamos de Escola Belga.

Muitos chamam a Bélgica de “paraíso cervejeiro”. E este título é merecido, pois apesar de seu diminuto tamanho (um pouco maior que o estado de Alagoas) o país conta quase duzentas cervejarias.3 Inclusive, o bar com a maior carta de cervejas do mundo fica lá, na capital Bruxelas, contando hoje com mais de três mil rótulos. E imagine, todas as cervejas belgas deste bar são servidas com a taça proprietária da cervejaria. Essa é a importância que os belgas dão à sua cerveja, e por isso ela é tão amada mundo afora.

SERVIÇO
Workshop com degustação de 6 rótulos Belgas
Condução: Urllan Brito (Beersommelier).
Data: 14/09/2017 (quinta-feira)
Horário: 19 horas.
Local: Loja Mestre-Cervejeiro.com Fortaleza.
Contato: 85 3248-2050 ou 85 98840-6790 (WhatsApp).
Investimento: R$ 50,00.

Forma de pagamento: Dinheiro (na loja ou por transferência bancária), débito ou crédito.
Enviar

Deixe seu comentário: