domingo, 17 de setembro de 2017

Dica cultural - Jazz em Cena apresenta sábado, 23/9, no CCBNB, o show Tributo a Chick Corea, com Edson Távora e grupo. Entrada franca

Um dos melhores pianistas, arranjadores e compositores cearenses, Edson Távora Filho, que retornou ao Estado após longa temporada vivendo e fazendo música a partir de São Paulo para todo o Brasil, apresenta no Jazz em Cena, no Centro Cultural Banco do Nordeste, sábado, 23/9, 19h, com entrada franca, um show especialmente preparado para o projeto:Tributo a Chick Corea e ao Return to Forever. Uma comemoração aos 45 anos do grupo e à presença de Chick Corea no Brasil, como atração confirmada para a filial do clássico clube de jazz Blue Note, aberta no Rio de Janeiro.

Ao lado de mestres como Jerônimo Neto (baixo acústico), Iann Calíope (flauta), Jorge Matteus Doudement (saxofone),Vitório Cavalcante (bateria) e Anna Canário (vocais), Edson Távora Filho abordará um dos períodos mais instigantes da história do do jazz-fusion, revisitando a sonoridade tornada eterna por Chick Corea e o grupo Return to Forever, fundado por ele em 1972, tendo gravado vários discos e mantido, como integrantes sempre presentes, Chick e o baixista Stanley Clarke. Mas também incluindo os brasileiros Airto Moreira e Flora Purim, que ganharam especial destaque nos EUA e no mercado internacional a partir da colaboração com o pianista. O saxofonista e flautista Joe Farrel completava o time.

Edson Távora Filho e grupo apresentarão um apanhado de músicas de diversos álbuns do Return to Forever, oferecendo ao público do Jazz em Cena a oportunidade de uma abrangente viagem musical por esse repertório extremamente desafiador e que foi fonte de inspiração para muitos músicos, de jazz e de outros estilos, no Ceará, no Brasil e no mundo. Do primeiro e clássico disco, "Return to forever", o público poderá conferir recriações para temas como "Crystal Silence" e "La Fiesta". Do segundo álbum, "Light as a feather", os músicos cearenses interpretarão "Spain" e "You´re everything".

"O Return to Forever tem uma grande influência na formação de toda uma geração de músicos na década de 70, principalmente no que se refere à musica instrumental. Além de toda a sonoridade latina influenciada pela descendência do seu líder, Chick Corea, há varias intersecções com a música brasileira, como sambas e contribuições do Airto Moreira e da Flora Purim", ressalta Edson Távora Filho.

"Chick Corea usa intensamente o som do piano elétrico Fender-Rhodes, marca registrada da sonoridade da época, e mistura com sons então recém-descobertos, como moogs analógicos e caixa Leslie, formas diferenciadas com improvisação livres e convenções (pouco usadas no jazz tradicional). Este ano, com a comemoração de 45 anos do surgimento desse grupo, queremos trazer de volta essa sonoridade que permeou os bares e teatros das décadas de 70 e 80 em Fortaleza", complementa. Encontro marcado no Jazz em Cena.

Tributo a Rosa Passos dia 7/10

Já no sábado, 7/10, também às 19h, pelo Jazz em Cena, no CCBNB, mais uma atração especialíssima: um sexteto formado por jovens musicistas cearenses especialmente para homenagear a grande cantora, compositora e violonista Rosa Passos,ressaltando a luta por maior presença feminina no jazz e na música instrumental com um todo e destacando novíssimos nomes da cena cearense: Adália Raquel (voz), Theresa Rachel (violão), Joana Lima (piano), Mirele Alencar(contrabaixo), Raquel Lopes (percussão) e Daniela Azevedo (bateria).

Tributo a Ella Fitzgerald: público recorde

No sábado, 9/9, mesmo com o feriadão, o público respondeu ao chamado de Nayra Costa e de Tito Freitas (piano),Marcio Resende (saxofone tenor), Nelio Costa (contrabaixo acústico) e Vitório Cavalcante, para o encontro com canções de grandes compositores atuantes nas décadas de 20 a 50 do século XX, imortalizadas na voz de Ella Fitzgerald, a grande dama da canção. Desde o fim de tarde já era grande a movimentação no Centro Cultural Banco do Nordeste, com Nayra Costa, com direito a figurino, cabelo e maquiagem especiais, ao estilo de Ella, chamada ao palco som muitos aplausos, repetidos a cada solo dos músicos, com entusiasmo e vibração.

Mais sobre o Jazz em Cena

Entre os objetivos do projeto "Jazz em Cena" estão contribuir para atender a grande demanda de público por mais shows de jazz em Fortaleza, apresentar a novos ouvintes a obra de grandes mestres da música, ressaltar o talento, a criatividade e o virtuosismo dos instrumentistas cearenses, de grande produção autoral, mas também capazes de recriar, a seu modo, trabalhos musicais históricas por sua beleza e sua importância.

O novo projeto se soma a outros que vêm sendo mantidos na capital cearense, como o Ceará Jazz Series, realizado desde 2015 no Teatro Dragão do Mar, o tradicional Festival Jazz & Blues (promovido em Guaramiranga e Fortaleza desde 2000), o Jeri Choro Jazz(desde 2009), os festivais instrumentais do Centro Cultural Banco do Nordeste e os shows promovidos em diversas casas noturnas, bares, restaurantes, teatros, centros culturais e espaços alternativos, formando uma rede crescente de opções para o público amante do jazz, com produções se ampliando ao longo de todo o ano. O Centro Cultural Banco do Nordeste fica na Rua Conde D´Eu, 560, Centro de Fortaleza.
Enviar

Deixe seu comentário: