quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Empresas cearenses participam X Congresso da Associação de Portos da Língua Portuguesa


Entre os dias 11 e 12 de setembro aconteceu em Portugal, o X Congresso da Associação de Portos da Língua Portuguesa (APLOP). A iniciativa foi realizada no Gare Marítima de Alcântara (em Lisboa) e contou com a participação da empresas cearenses como a Tecer Terminais Portuários e Termaco Logística.

De acordo com o diretor da empresas, Carlos Maia, a iniciativa buscou parcerias estratégicas e alianças operacionais para ajudar a restabelecer o tráfego marítimo direto entre os portos de Portugal e os portos do Ceará, rotas que foram interrompidas na década de 90. Vale ressaltar que o Estado é a rota brasileira mais próxima da Europa, além de o Porto do Pecém ser considerado um dos mais promissores do país.

Estes fatores foram conversados no evento, além dos resultados deste terminal apresentados, como por exemplo o número expressivo de 2 milhões de placas embarcadas através do Porto do Pecém e 1.995.350,31 toneladas de granéis obtidos recentemente.

Apresentações
O investimento em infraestruturas, o desenvolvimento do negócio portuário, o direito portuário nos países de língua portuguesa, a integração nas cadeias logísticas e as tendências de shipping e as oportunidades para o espaço das Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) foram os temas principais do APLOP.

O primeiro painel do congresso tratou do “Investimento em Infraestruturas”, tendo Miguel José Matabel, Presidente da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), como moderador. “Investimento nos Portos Portugueses” foi o tema abordado por Lídia Sequeira.


Imagem inline 1

Diretor da Tecer Terminais Portuários, Carlos Maia e o Diretor Comercial da Companhia Docas do Ceará (CDC), Mário Jorge Cavalcanti.
Enviar

Deixe seu comentário: