sábado, 30 de setembro de 2017

O que vem por ai - 16º NOIA – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL UNIVERSITÁRIO ACONTECE DE 03 A 08 DE OUTUBRO NA CAIXA CULTURAL FORTALEZA




Imagem inline 1

Com entrada gratuita, evento se consolida como um dos encontros culturais mais importantes na valorização da produção artística universitária brasileira


Imagem inline 2
Curta cearense “Corpos Geográficos”, de Ariel Volkova, Indira Brígido e Marjorye Maciel


A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 03 a 08 de outubro, o 16º NOIA – Festival do Audiovisual Universitário, que reúne a produção universitária brasileira nas linguagens artísticas cinema, fotografia e música. Durante seis dias, o evento promoverá a exposição dessas obras, o diálogo com os realizadores e a realização de atividades formativas.
Os curtas-metragens serão divididos em dois programas. A Mostra Brasileira de Cinema Universitário exibirá 21 produções de nove estados e o Distrito Federal. Já a Mostra Cearense de Cinema Universitário apresentará, em competição especial, sete curtas-metragens locais. Os filmes selecionados concorrerão ao Troféu Noia nas seguintes categorias: melhor curta-metragem (júri oficial, júri popular e júri da crítica), direção, roteiro, montagem, edição de som, trilha sonora, fotografia, direção de arte, figurino, maquiagem, atriz, ator e intérprete coadjuvante. A Mostra Cearense também premiará o melhor filme de acordo com o voto popular.
Compõem o júri oficial da Mostra Brasileira de Cinema Universitário: Marcelo Dídimo, professor do curso de Graduação em Cinema e Audiovisual e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (UFC), Salomão Santana, cineasta e programador, e Verônica Guedes, cineasta e produtora. O júri da crítica será organizado, mais uma vez, pela Associação Cearense de Críticos de Cinema, e contará com a jornalista Adriana Martins, o crítico Ailton Monteiro e o crítico e programador Pedro Azevedo.
Arte plural
Já a Mostra Cearense de Bandas contará com apresentação de nove grupos, marcados pela diversidade de ritmos e gêneros, entre eles rock alternativo, indie rock e MPB. Os vencedores serão escolhidos por voto popular e pelo júri oficial. O Troféu NOIA será concedido nas categorias: melhor banda (júri oficial e júri popular) e melhor música autoral (júri oficial). O júri oficial será formado pelo músico Berg Menezes, pelo professor e compositor Daniel Escudeiro e pela produtora cultural Nádia Sousa.
Além disso, dez trabalhos fotográficos compõem a Mostra Cearense de Fotografia, sendo seis na categoria individual e quatro na categoria coletiva. O júri, composto pelo professor e fotógrafo Carlos Gibaja e pela gestora cultural e coordenadora do Fórum Cearense de Fotografia, Glícia Gadelha Teixeira, concederá o Troféu Noia na categoria de Melhor Fotografia e Melhor Série.
Homenagens
Anualmente, o festival homenageia importantes profissionais do setor audiovisual. Em 2017, recebem o Troféu Noia os cineastas Joe Pimentel, no dia 03 de outubro, e Daniell Abrew, no dia 04 de outubro. Além da homenagem, filmes dos diretores também integram a programação.
Durante o encerramento, no dia 08, o evento entregará o prêmio de Honra ao Mérito à Universidade Federal do Ceará (UFC) por ter sido no curso de Comunicação Social, a partir dos esforços de alunos, professores e do coordenador Silas de Paula, que surgiu o Festival Noia, e que agora possui o curso de Cinema e Audiovisual, de onde vem a maioria dos trabalhos inscritos na 16ª edição do evento.
Oficinas
Com o compromisso de levar oportunidades de formação para jovens interessados na área do audiovisual, o Noia também realizará quatro oficinas com especialistas que atuam no mercado cearense, também com acesso gratuito, mediante inscrição prévia no site oficial do festival.
A jornalista e fotógrafa Iana Soares será a facilitadora da oficina “Fotojornalismo”, que possibilitará uma aproximação do campo da cultura visual. Os participantes poderão tanto se apropriar de uma visão crítica em relação às imagens jornalísticas, como também refletir sobre as possibilidades de construção de um trabalho fotojornalístico próprio.
A cantora, compositora e jornalista Mona Gadelha, coordenadora do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, estará à frente da oficina “Análise de Letras de Músicas – Processos Criativos”, que vai mergulhar na canção popular brasileira para pensar nas questões sensíveis de composição musical.
O diretor Alex Meira conduz a oficina “Gravação Audiovisual”, que tem o objetivo de despertar o aluno para o olhar e a escrita cinematográfica dispondo conteúdos técnico e artístico para o desenvolver audiovisual, a partir de orientações introdutórias sobre linguagem audiovisual e tecnologias.
Por fim, o produtor cultural e economista Honorato Feitosa será o facilitador da oficina “Captação de Recurso de Projetos Culturais”, que apresentará o conceito, fundamentos e principais características da captação de recursos a partir de pontos como captação, prospecção de patrocinadores, editais, crowdfunding e outros assuntos da área.
Seminário e Fórum
Dois importantes encontros serão sediados durante o Noia. O Seminário do Audiovisual Universitário acontece dia 05 de outubro, também na CAIXA Cultural Fortaleza, com palestra de professores locais e presença especial de bolsistas de diversas faculdades e cursos técnicos de Fortaleza, dos alunos selecionados para o Festival, além do público em geral interessado, com foco na discussão do fazer audiovisual na academia.
Já o Fórum do Audiovisual Universitário acontecerá dia 06 de outubro, com a presença de estudantes representantes das faculdades e cursos técnicos do Ceará, junto com os cineastas nacionais e locais selecionados, com o objetivo de construir uma pauta de reivindicações para aprimorar a formação, produção e difusão do audiovisual universitário nacional nos ambientes acadêmicos e culturais.
Os interessados devem realizar inscrição prévia no site oficial do Festival Noia (festivalnoia.com.br).
O 16º NOIA é apresentado pela CAIXA Cultural Fortaleza, com realização da PROPONO Consultoria Executiva, apoio institucional do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria da Cultura (Secult-CE) via Mecenas Estadual (Lei Nº 13.811/2006), patrocínio da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e Governo Federal do Brasil, apoio cultural da Enel e parceria da VAAC, 1Bando e KARTHAZ.

Programação completa (sujeita a alterações)

De 04 a 06.10
Oficinas
14 às 17h - Caixa Cultural (camarim 2 e sala de ensaio)
Fotojornalismo - Profa. Iana Soares
Captação de Recursos para Projetos Culturais - Prof. Honorato Feitosa

14 às 17h - Porto Iracema das Artes (salas B2 e A5)
Análise de Letras de Música - Processos Criativos - Profa. Mona Gadelha
Gravação Audiovisual – Prof. Alex Meira

Dia 03.10 - Terça
18h – Entrada principal
Vídeo Mapping

19h – Teatro
Solenidade de abertura
Homenagem e entrega do troféu Noia ao cineasta Joe Pimentel
Exibição especial do filme Homens com Cheiro de Flor
(Ficção, 90’, Fortaleza/CE, 2011)

21h – Espaço Multiuso
Abertura da Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Coquetel

Dia 04.10 Quarta
14h às 22h – Espaço multiuso
Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Feira da FACU

15h – Teatro
Homenagem ao cineasta Daniel Abrew com exibição dos filmes:
Cortabunda (Doc-Fic, 20’, Fortaleza/CE, 2017)
Onde Nascem os Bravos (Aventura, 85’, Fortaleza/CE, 2017)

18h - Teatro
Mostra Cearense de Cinema Universitário:

Açúcar queimado, de Ed Borges
(Documentário, 17’06”, Fortaleza/CE, 2017 – UFC)
Batidas, de Thiago Henrique Sena
(Ficção, 15’38”, Fortaleza/CE, 2017 - UFC)
Corpos Geográficos, de Ariel Volkova, Indira Brígido e Marjorye Maciel
(Experimental, 05’26”, Pacatuba/CE, 2016 - Vila das Artes)
Irmãos da Cruz, de David Damasceno
(Documentário, 12’, Barbalha/CE , 2017 - UFC)
O Céu Desaba, de Mariana Gomes
(Documentário, 08’09”, Fortaleza/CE, 2016 - UFC)
O Vigia, de Priscila Smiths e P.H Diaz
(Ficção, 19’52”, Fortaleza/CE, 2017 - IFCE)
Travessia, de Yuri Peixoto
(Documentário, 10’20”, Fortaleza/CE, 2017 - UFC)

21h – Teatro
Debate com realizadores

Dia 05.10 Quinta
14h às 22h – Espaço multiuso
Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Feira da FACU

14h - Teatro
Seminário do Audiovisual Universitário

18h - Teatro
Mostra Brasileira de Cinema Universitário:

Admin/admin, de Augusto Daltro, Bebeto Junior, Camila Gregório, Iago Cordeiro Ribeiro,Erick Lawrence e Maria Clara Arbex.
(Documentário, 10’, Cachoeira/BA, 2017 – UFRB)
Simbiótica, de Gabriel Marques e Letícia Medina
(Ficção, 11’03”, Fortaleza/CE, 2017 - UFC)
Mercadoria, de Carla Villa-Lobos
(Ficção, 15’20”, Rio de Janeiro/RJ, 2017 – UFRJ)
Fervendo, de Camila Gregório
(Ficção, 16’30”, Cachoeira/BA, 2017- UFRB)
Por que não?, de Lucas Memória
(Documentário, 14’30”, Fortaleza/CE, 2016 – UNIFOR)
Luíza, de Caio Baú
(Documentário, 15’, Curitiba/PR, 2017 - UNESPAR)
Sam, de Miguel Moura e Julia Souza
(Ficção, 08’09”, Rio de Janeiro /RJ, 2017- SENAI Cetiqt)
Algum Romance Transitório, de Caio Casagrande
(Ficção, 17’, Rio de Janeiro/RJ, 2017 - UFRJ)

20h – Teatro
Debate com realizadores

21h – Pátio
Video Mapping

Mostra Cearense de Bandas Universitárias:

Caixeiros Viajantes - UECE/FANOR
Pulso de Marte – FANOR/SIGMA
Sivirinu’s – UECE


Dia 06.10 Sexta
14h às 22h – Espaço multiuso
Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Feira da FACU

14h - Teatro
Fórum do Audiovisual Universitário

18h - Teatro
Mostra Brasileira de Cinema Universitário:

Velha Casa, de Pedro Clezar
(Ficção, 15’, São Leopoldo/RS, 2016 – UNISINOS)
Enquanto Calam-me os Agudos, de Laís Perini, Laysa Elias e Letícia Bina
(Documentário, 18’, São Paulo/SP, 2017 - SENAC)
Luto de Edu Camargo
(Ficção, 05’, Florianópolis/SC, 2017- UFPR/UFSC)
Perambulação, de Samuel Peregrino
(Ficção, 11’41”, Goiânia/GO, 2017 - UEG)
Habilitado Para Morrer, de Rafael Stadniki Morato Pedreira
(Ficção, 18’42”, Brasília/DF, 2017- UnB)
Dummies, de Bruno Barrenha
(Experimental, 10’32”, Recife/PE, 2017 - UFPE)
Os Anos 3000 Eram Feitos de Lixo (quando a dignidade da raça humana se afogou no
chorume estático da arte da hipocrisia), de Cleyton Xavier, Clara Chroma e Ana All
(Ficção, 14’13”, Niterói/RJ, 2016 - UFF)

20h – Teatro
Debate com realizadores

21h – Pátio
Video Mapping

Mostra Cearense de Bandas Universitárias:

Os Senhores da Casa Azul - UECE
Terceiro Olho de Marte - UNIFOR
The Acez – UNIFOR/UFC

Dia 07.10 Sábado
14h às 22h – Espaço multiuso
Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Feira da FACU

18h - Teatro
Mostra Brasileira de Cinema Universitário:

Terreiros, de Felipe Lovo e Mauricio Santos
(Documentário, 14’05”, Foz do Iguaçu/PR, 2017 - UNILA)
Lambari, de Rodrigo Freitas
(Documentário, 12’36”, Niterói/RJ, 2016 – UFF)
Sintera, de Fellipe Farias
(Documentário, 11’39”, Fortaleza/CE, 2017- UNILAB)
Muros, de Pedro Palácio e Sunny Maia
(Documentário, 06’46”, Fortaleza/CE, 2016 – UFC)
Fora de Quadro, de Txai Ferraz
(Documentário, 20’37”, Recife/PE, 2016 - UFPE)
Vazio do Lado de Fora, de Eduardo BP
(Ficção, 21’42”, Rio de Janeiro/RJ, 2017- UFF)

20h – Teatro
Debate com realizadores

21h – Pátio
Video Mapping

Mostra Cearense de Bandas Universitárias:

Forria – UECE/UFC
Pedro Falcão e Sertônica Band - UECE
Vento Mareia – FANOR/UECE

Dia 08.10 Domingo
14h às 22h – Espaço multiuso
Mostra Cearense de Fotografia Universitária
Feira da FACU

18h – Entrada principal
Video Mapping

19h – Teatro
Exibição dos trabalhos realizados nas oficinas no 16º NOIA
Homenagem à Universidade Destaque 2017
Exibição de curtas produzidos na Universidade homenageada
Solenidade de Encerramento / Premiação


Serviço:
Audiovisual: 16º NOIA – Festival do Audiovisual Universitário
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: 03 a 08 de outubro de 2017
Horário e Classificação indicativa: Consultar programação
Entrada gratuita (sujeita à lotação do teatro)
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
*Paraciclo disponível no pátio interno
Mais informações: www.festivalnoia.com.br


Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:(85) 3453-2770
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.