sábado, 2 de setembro de 2017

Projeto de Incentivo à Leitura na rede pública de ensino promove concurso de “Foto Escrita” com a temática contra o racismo na escola

“Entre os dias 11 e 15 de setembro o Instituto Brasil Solidário leva nova formação gratuita em mediação de leitura, e promove um concurso de “Foto Escrita” com o tema – Educação não tem cor”

Trabalhando arte, educação, cultura e cidadania na escola, o Instituto Brasil Solidário, promove entre os dias 11 e 15 de setembro uma nova etapa de formações dentro do eixo temático de Incentivo à Leitura, do Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE, que está sendo realizado em escolas públicas dos municípios de Beberibe, Pindoretama e Cascavel.

Durante toda a semana, educadores da rede pública dos três municípios, poderão participar de forma gratuita de uma nova oficina com foco em mediação de leitura, incluindo atividades de contação de histórias e as práticas em sala de aula com o gênero poema e poesia. A nova formação, que será realizada na Escola Municipal Francisca Holanda Costa, em Pindoretama/CE, já está com inscrições abertas, os interessados devem entrar em contato através do e-mail imprensa@brasilsolidario.org.br .

Assim como na primeira etapa das formações que aconteceu em Beberibe, o curso será ministrado em parceria com a Comunidade Educativa – CEDAC, que durante os três primeiros dias de oficina, apresentará todo o panorama histórico e o repertório de produção poética para a infância no Brasil, além das possibilidades de prática de atividades com a poesia junto ao currículo escolar, de forma interdisciplinar.

“Estamos numa etapa mais avançada de aprofundamento na mediação de leitura, na primeira oficina, trabalhamos sobre a compreensão do comportamento dos leitores e quais os critérios que devem ser analisados na escolha de uma obra literária para seleção e leitura com os alunos, trabalhamos ainda com o livro álbum ficcional e não ficcional, então vamos dar continuidade apresentando novas ferramentas didáticas que podem complementar o trabalho que já vem sendo realizado em sala de aula”, explica, Alda Beraldo, responsável pela formação de mediação de leitura.

O encerramento das atividades reserva, ainda, um momento para o planejamento e a troca de experiências dos professores participantes, além de exercícios que visam desenvolver estratégias para monitorar a compreensão antes, durante e após a leitura. “As Escolas atendidas em 2017 pelo Instituto aqui no Ceará têm recebido várias ações de leitura e esse é o momento para os professores trocarem suas experiências em sala de aula, nós entregamos um caderno de leitura para todos os professores para registrarem as impressões das atividades realizadas e quais livros já foram lidos em sala, acho que é importante ter esse intercâmbio para estimular e fortalecer as ações de incentivo à leitura na escola”, ressalta, Zenaide Campos, responsável pelos projetos de incentivo à leitura do Instituto Brasil Solidário.

Como parte da proposta de proporcionar a escola uma oportunidade de multiplicação das atividades realizadas junto aos educadores, o Instituto Brasil Solidário, leva para a escola todo o acervo literário que será utilizado nas formações como doação para a biblioteca e para a atividade que deve continuar sendo desenvolvida em sala de aula. Desta forma, assim como a Escola Desembargador Pedro de Queiroz (Beberibe/CE), que recebeu a primeira etapa da Oficina, a Escola Francisca Holanda Costa, (Pindoretama/CE), também receberá a doação dos livros, junto com o baú do Projeto “Anjos da Leitura”, permitindo um material de auxílio, não só para professores, mas toda a comunidade escolar, para repassarem as boas práticas socioeducativas do projeto a outras escolas da região.

Enviar

Deixe seu comentário: