segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Romantismo e sofrência marcam a gravação do novo DVD “Tu!” do grupo Os Alfazemas

O grupo de brega-romântico-pós-pop-cafona Os Alfazemas vem agitando a cena musical de Fortaleza, chamando a atenção por interpretar canções tidas como bregas, mas com uma pegada mais moderna e irreverente. Os shows realizados em Fortaleza, e também em cidades do interior, têm levado a música brega para um público de todas as idades, lotando as casas de show por onde passam. Formado em 2010, o grupo se prepara para a gravação do segundo DVD intitulado “Tu!”, no dia 22 de setembro, às 22h, no Complexo Armazém. O novo trabalho manterá a essência do grupo: a interpretação mais moderna de canções que marcaram época, precisamente músicas classificadas como bregas ou cafonas, além de trazer canções inéditas.

“Não fazemos sátira desse estilo. Ele, na verdade, nos representa enquanto sujeitos. Essas músicas nos marcam e emocionam de verdade. Então, com certeza pretendemos continuar fazendo isso com o máximo de respeito possível”, explica Adriano Uchôa, compositor e vocalista da banda, composta ainda por Alexandre Lima (baixista), Breno de Souza (baterista), Marcelo Almeida (tecladista) e Thiago Oliveira 
(guitarrista). Apesar do ritmo tradicionalmente mais tocado em Fortaleza ser o Forró, os integrantes da banda não tiveram medo de investir em um estilo musical diferente.

 A banda foi iniciada sem preocupação com as tendências de mercado. “O único objetivo ​​​​era ter uma desculpa para tocar essas músicas que gostávamos, beber cachaça e fazer pose de brega-star paras as meninas. A aceitação do público foi se tornando algo natural diante disso, por isso nunca nos preocupamos com o fato do forró ser a grande força da indústria do entretenimento no Ceará. A ideia sempre foi se divertir, antes de mais nada”, conta Adriano.

A inspiração para o show do DVD “Tu!” vem de dramas pessoais vividos por todos. “Tu é a ideia de sofrimento e do abandono, o interlocutor que acaba com a nossa vida, sobretudo o que diz respeito às tragédias e às frustrações amorosas”, afirma o vocalista da banda.  
Enviar

Deixe seu comentário: