quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Assembleia Legislativa do Ceará sediará debate sobre alto índice de mortes de policiais em serviço

O aumento da mortandade de agentes de segurança pública no Ceará, será debatido, nesta quinta-feira (5), na Assembleia Legislativa do Estado, com a presença da Comissão Externa da Câmara Federal. O evento é uma iniciativa do Deputado Federal Cabo Sabino (PR/CE) que, além de ser representante do estado na Câmara Federal, é também Coordenador da Bancada do Ceará e presidente da Comissão Externa destinada a estudar o aumento do número de assassinatos destes profissionais em todo o Brasil.

Em Fortaleza, até início de outubro, 24  agentes foram assassinados. No Brasil, até setembro, mais 400 profissionais da Segurança Pública tiveram suas vidas ceifadas.  Segundo o 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os policiais, por exemplo, são mortos três vezes mais fora de serviço do que quando estão trabalhando. Em 2015, por exemplo, o anuário aponta que dos 358 policiais assassinados, 267 estavam de folga, enquanto 91 estavam trabalhando.
“É de extrema importância fazer um raio x para tentar descobrir as principais causas do elevado número de mortes, bem como as reais circunstâncias que estes profissionais enfrentam e que os faz vítima a todo instante em diversas cidades do país, para estancar o número dessas mortes. Estamos cansados de enterrar corpos”, ponta o deputado Cabo Sabino.
Serviços:
Data: 05/10/2017
Local: Assembleia Legislativa do Estado do Ceará - Auditórios 1 e 3 - Deputados Castelo de Castro e Manoel de Castro -
Horário: Às 14 horas
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.