domingo, 29 de outubro de 2017

Echoenergia, empresa líder no setor de energias renováveis, firma parceria com Instituto Brasil Solidário para projeto inovador no município de Tianguá/CE


“Atendendo as principais necessidades apontadas pelos próprios moradores, o projeto de desenvolvimento territorial pretende levar ações estruturantes nas linhas de educação e economia solidária com capacitações variadas e intervenções chave em infraestrutura na comunidade”

Sustentabilidade, Educação, Saúde, Arte e Empreendedorismo! Com ações que pretendem alcançar os principais eixos que possibilitam o crescimento social e econômico das comunidades locais, a Echoenergia, em parceria com o Instituto Brasil Solidário, dão início a um novo projeto desenvolvido a várias mãos, com participação e diálogo com gestores locais, moradores, estudantes e educadores do município de Tianguá e Ubajara, no Ceará. Após meses de levantamento e trabalho em campo, principalmente nas regiões mais próximas do Complexo Eólico já instalado no município, as ações integradas no âmbito da educação e economia solidária, planeja ser uma porta para grandes oportunidades que ressaltam os potenciais já característicos da região.

Espaços coletivos e planejados com uso de energia solar, incluindo a construção de um galpão para a realização de formações em marcenaria e corte-costura, seminários em rede municipal e atendimentos de saúde, além de um projeto inovador de capacitação e construção de tanques para a prática de piscicultura e aquaponia, são só algumas das atividades já previstas para início de obras ainda este ano, no Assentamento Valparaíso, em Tianguá.

As escolas da comunidade, receberão também um calendário de formações com atividades em educação ambiental, incentivo à leitura, oficinas de teatro e radio escolar e todo o apoio de materiais e estrutura para o implemento pedagógico nas aulas, incluindo a construção de uma biblioteca mobiliada, novas salas de aula e parquinhos para os alunos. Para a comunidade, foram elaboradas ainda atividades que dialogassem com a cultura e a demanda natural do próprio município, como um curso para Guias do Parque Nacional de Ubajara, construção de viveiros e implementação do projeto LEVE nas escolas, que incentiva a coleta seletiva por meio da participação de alunos e famílias.

Segundo o Presidente do Instituto Brasil Solidário, a instituição que já tem experiência com projetos junto a empresas de energia e mineração, e entende sobre a importância de uma iniciativa que envolva, em todos os processos, uma construção coletiva de planejamento das atividades, de forma que os moradores e poder público se sintam representados e com autonomia para dar continuidade as ações.

“O instituto tem uma longa trajetória de atuação em projetos que trabalham com o intuito de formar agentes multiplicadores, que acreditam na proposta de mudança social e querem o melhor para a sua comunidade, e dentro desse compromisso, nós também sabemos que qualquer formação no eixo educacional precisa de dedicação e tempo para se alcançar o melhor resultado. Esse será um projeto de 18 meses iniciais, e dentro dessa responsabilidade, nós queremos não só levar toda a bagagem que já temos nos projetos de educação, mas criar mais um modelo de desenvolvimento territorial capaz de ser escalonado. ”, ressalta Salvatore.

O compromisso com a responsabilidade social respeitando principalmente o cuidado com o meio ambiente e comunidades, foram algumas das afinidades que permitiram a construção da parceria da Echoenergia e o Instituto Brasil Solidário. Para a realização do projeto, foi desenvolvido inicialmente um sólido relatório sócio ambiental, que permite monitorar o impacto de todas as atividades, além de processos de avaliação de impacto. O recurso está sendo financiado através do subcrédito social do BNDES, com pretensão de entrega da maior parte estrutural e capacitações até o final de 2018.

“A Echoenergia é uma empresa recente, e que se coloca no mercado com um compromisso muito forte de respeito ao meio ambiente e junto as comunidades que estão no território onde atuamos. Mas, para conseguirmos uma ação efetiva e participativa, não adianta que seja construído de fora, por isso, estamos priorizando nesse projeto ações que respeitem os potenciais da região e que construam um caminho de crescimento junto com as necessidades reais da comunidade”, enfatiza Flávia Montoni, Social Manager, gerente de responsabilidade sócio ambiental da Echoenergia.


Fundada no início de 2017, a Echoenergia é uma empresa que desenvolve, implementa e opera projetos de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis. A empresa tem sede administrativa em São Paulo e atividades operacionais distribuídas nos estados de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Bahia. Nas terras cearenses, a empresa possui as operações comerciais do Complexo Eólico Ventos de Tianguá, desde abril deste ano. Localizado na Serra da Ibiapaba, o empreendimento conta com cinco parques eólicos, 77 aerogeradores e uma capacidade instalada total de 130 MW, que cobre uma área de 9.000 hectares.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.