sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Estácio anuncia vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2017

A instituição distribuiu R$125 mil para os autores das melhores reportagens do ano sobre o ensino superior no Brasil

A Estácio anunciou na noite do dia 05/10, durante cerimônia realizada no Hotel Hilton Copacabana, no Rio de Janeiro, os vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2017. A festa de premiação reuniu cerca de 250 pessoas, grande parte delas profissionais de comunicação de todas as regiões do Brasil.

Na edição deste ano, 386 reportagens participaram e 24 concorreram em nove categorias, com premiações variando entre R$ 10 mil (mídias regionais), R$ 15 mil (mídias nacionais) e R$ 25 mil (Grande Prêmio Estácio). A edição 2017 registrou um aumento de inscritos de 17% em relação ao prêmio de 2016, que contou com 331 matérias concorrentes. A premiação recebeu a participação de veículos de imprensa de 24 estados e do Distrito Federal. Somando as reportagens jornalísticas inscritas nas sete edições, já são mais de 1.800 entre as mídias impressa (jornais e revistas), TV, rádio e internet.

Ao longo das edições, a coordenação do prêmio vem percebendo que, além do crescimento do número de reportagens inscritas, há um aumento expressivo da qualidade e da diversidade de temas propostos. Matérias cada vez mais elaboradas e estruturadas mostram que os jornalistas estão se dedicando e se aprofundando para produzir reportagens sobre o ensino superior. A Estácio acredita que as boas produções podem contribuir e trazer para sociedade mais conhecimento e mostrar a real missão do ensino superior e como ele pode transformar vidas.

Para a vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Grupo Estácio, Cláudia Romano, “a missão do jornalismo e da Estácio é praticamente a mesma: preparar as futuras gerações por meio da informação e da educação”.

Vencedor da categoria Impresso Regional, José Luís Costa, do jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, destaca a importância do prêmio ao reconhecer matérias feitas com tanta seriedade. “Um prêmio como esse estimula o jornalista a buscar o lado bom da educação, ajuda o cidadão a buscar as instituições sérias”, aponta.

A repórter Sabine Righetti, do jornal Folha de S.Paulo, ganhadora da categoria Impresso Nacional, fala sobre como a Estácio incentiva a discussão de um tema tão importante para a sociedade. “Neste momento do país, com tantos problemas econômicos e sociais, estamos aqui falando da solução, que é a educação. O prêmio é um incentivo, que nos diz: continue a realizar o seu trabalho”, afirma. 

Responsável pela melhor matéria na categoria TV Nacional, a repórter Nathalia Castro, da TV Globo, reconhece a importância do prêmio ao enaltecer matérias de Educação. “A Estácio ocupa um papel muito importante ao premiar matérias que tratam do tema. É uma forma de estimular os jornalistas a quererem falar mais de educação”, avalia.

A grande premiada da noite, Flavia Yuri Oshima, editora da revista Época, diz se sentir honrada por ganhar o Prêmio Principal. “O Prêmio Estácio de Jornalismo já se consolidou como o principal prêmio de educação no Brasil. Eu vi o trabalho de todos os finalistas deste ano no Prêmio Estácio de Jornalismo e aprendi muito com esses materiais. Isto mostra que há uma equipe de curadoria rigorosa e que entende muito de educação e de jornalismo de educação”, define.

A comemoração foi embalada por um show exclusivo dos Titãs. A banda animou os finalistas, vencedores e convidados ao som de hits como “Sonífera Ilha”, “Lugar Nenhum”, “Go Back” e “Cabeça Dinossauro”.

Os premiados foram:

Grande Prêmio Estácio de Jornalismo
Autor(es): Flávia Yuri Oshima
Reportagem: Um mestre de 176 medalhas
Veículo: Época

Impresso Nacional:
Autor(es): Sabine Righetti
Reportagem: Ciência sem fronteiras põe só 3,7% dos alunos em instituições ‘top’
Veículo: Folha de S.Paulo

Impresso Regional:
Autor(es): José Luís Costa
Reportagem: O homem da faculdade de papel
Veículo: Zero Hora (Porto Alegre)

TV Nacional:
Autor(es): Nathalia Castro, Renato Augusto Portronieri e Virgílio Gruppi Rosa
Reportagem: Um mês na UERJ
Veículo: TV GLOBO

TV Regional:
Autor(es): Brenda Caramaschi, Alex Magosso, Talita Amaral, Silvio Rocha e Rubens Lima
Reportagem: Cianorte e o ensino superior – como a educação está transformando a capital do vestuário em capital da moda
Veículo: Rede Massa (Maringá – PR)

Rádio Nacional:
Autor(es): Rodrigo Resende
Reportagem: Série: na defesa – uma discussão sobre pós-graduação
Veículo: Rádio Senado (Brasília)

Rádio Regional:
Autor(es): Júlio Vieira, Mickael Barbieri, Dimara Oliveira, Maria Fernanda Cinini e Ike Iagelovick
Reportagem: Os desafios de travestis e transexuais no ensino superior
Veículo: Band News FM (Belo Horizonte)

Internet Nacional:
Autor(es): Alessandra Dantas
Reportagem: O professor de Anatomia que promete vida após a vida na busca por doação de corpos
Veículo: BBC (São Paulo)

Internet Regional:
Autor(es): Arivaldo Hermes, Aline Camargo, Cleisiane Soares e Patrick Rodrigues
Reportagem: Especial Alfabetização – À luz das palavras
Veículo: Jornal de Santa Catarina Online
Os finalistas foram definidos por uma comissão composta por professores de jornalismo da Estácio de todas as regiões geográficas do país. Os jurados que escolheram os nove vencedores da edição 2017 foram:

Domingos Meirelles
Atuou nas principais redações do país, como as do jornal O Globo, O Estado de S.Paulo, Quatro Rodas, entre outras. Foi repórter especial da TV Globo, fazendo parte das equipes de reportagens do Fantástico, Jornal Nacional e Globo Repórter. Como apresentador do programa Linha Direta, foi indicado por dois anos seguidos, 2007 e 2008, ao prêmio Emmy Internacional. Durante os mais de 40 anos de carreira, recebeu diversos prêmios jornalísticos. Destaque para o Prêmio Esso, Wladimir Herzog de Direitos Humanos, e o Prêmio Rei de Espanha de Televisão. Atualmente, é presidente da ABI.

Ilona Becskeházy
Atua desde 1996 no desenho e implementação de projetos de educação. É Mestre em Educação Brasileira pela PUC-Rio e Doutoranda em Educação pela USP. Durante 16 anos dirigiu instituições sem fins lucrativos na área de educação. Desde 2011, atua como comentarista do boletim Missão do Aluno da rádio CBN, além de ser consultora e pesquisadora de políticas educacionais para organizações sem fins lucrativos e governos.

Paulo Nassar
Jornalista, autor de livros, Pós Doutor pela Libera Università di Lingue e Comunicazione (IULM) de Milão, na Itália, e Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, onde é também professor e pesquisador. Em 2002, o jornalista recebeu o Prêmio Personalidade da Comunicação, concedido pela Mega Brasil. É coordenador do Grupo de Estudos de Novas Narrativas (GENN ECA-USP) e Diretor Presidente da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje).

Sergio Pompeu
Trabalhou como repórter no Jornal da Tarde, O Estado de S. Paulo e na Gazeta Mercantil. No Estadão, foi editor do caderno Metrópole, do site de educação e dos suplementos Estadão.edu e Planeta. Finalista do Prêmio Esso, já venceu os prêmios Embratel e Allianz com reportagens e cadernos especiais sobre educação e meio ambiente. Atualmente, é Editor do Portal Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação).

Vera Iris Paternostro
Jornalista, autora de livro e com 40 anos de carreira na produção áudio visual, a profissional acompanha as transformações do telejornalismo desde os tempos de captação em filme. Em 1996, a jornalista participou do desafio de implantação e consolidação do primeiro canal de notícias 24 horas do Brasil: a GloboNews. Desde 2009, atua como Gerente de Desenvolvimento do Jornalismo e Esporte da TV Globo, se dedicando ao aperfeiçoamento e formação dos profissionais das redações, com participação ativa em treinamento e capacitação.

Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.