sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Inovação - Kanamobi engaja equipe em desafios para o desenvolvimento de tecnologia e inovação


  • Laboratório dentro de empresa fomenta desenvolvimento de novos projetos e premia profissionais com parte da receita dos produtos;
  • KanaLabs é o nome do projeto de intraempreendedorismo;

A dinâmica de mercado dos dias atuais exige que empresas, principalmente as de tecnologia, tenham uma enorme capacidade de inovar. Com um olhar voltado para dentro da organização, muitas delas encontram entre seus colaboradores a vontade e a competência para isso. Intraempreender – modalidade das empresas que não só colabora para a criação de novas frentes de negócios, como também se torna uma importante ferramenta de retenção e desenvolvimento de talentos.

Empresas como a Kanamobi (www.kanamobi.com.br), que têm em seu DNA desenvolver soluções de tecnologia criativa com foco em mobilidade, criam uma cultura organizacional que permite e incentiva esse tipo de ação. Mas, isso só é possível quando se tem líderes que exercem a liderança legítima, baseada no exemplo e estímulo e que desenvolvem colaboradores que representem e contribuam com a equipe, direcionando os objetivos individuais para que sejam comuns ao time, e porque não, à empresa.

Foi a partir desse contexto: Cultura organizacional + papel de liderança + time engajado, que surgiu o projeto KanaLabs: uma inciativa criada para estimular novos processos, projetos e produtos, visando a melhoria do fluxo de trabalho da empresa; também atender uma demanda de mercado com foco na inovação, rentabilidade, relevância e criatividade.

O Kanalabs trabalha a partir de uma dinâmica de engajamento e desafios. A empresa fomenta no seu dia-a-dia as discussões entre os profissionais das mais diversas esferas e incentiva os seus funcionários a pesquisarem e participarem de eventos de tecnologia a fim de trazerem ideias com base nas novidades do mercado. Essas ideias devem se tornar propostas de soluções internas, que são avaliadas por meio de alguns critérios, entre eles produtividade, criatividade, otimização e inovação; ou ainda projetos externos que serão avaliados por profissionais do mercado segundo a sua rentabilidade, criatividade, impacto social e ambiental, imagem e inovação. “O objetivo do KanaLabs é promover a integração do time, trazer novas tecnologias, incentivar a participação dos profissionais que ficam restritos às suas áreas de atuação, 80% dos nossos profissionais são desenvolvedores, mas a ideia é que sejam mais protagonistas nos projetos”, explica Diogo Damy, Dir. Negócios da Kanamobi.

Os projetos aprovados tornam-se protótipos desenvolvidos a partir de toda a infraestrutura que a Kanamobi pode oferecer, e uma vez prontos, são ofertados ao mercado para validação, conhecida também como MVP (Minimum Viable Product). Caso haja adesão, são desenvolvidos integralmente, também com a participação da equipe da empresa. Os criadores dos projetos que têm a adesão do mercado terão participação na receita líquida do projeto, já os participantes do KanaLabs, uma participação menor.


Desafio que virou startup

Os desafios propostos no KanaLabs tem trazido resultados surpreendentes. A Shyre (www.shyre.com.br), empresa que comercializa uma plataforma que permite que as empresas organizem os seus clientes e visitas de acordo com prioridades, disponibilidade e proximidade, por meio de uma ferramenta que pode ser acessada via celular ou computador nasceu dentro do laboratório e hoje opera de maneira totalmente independente, e atende clientes, da indústria Pet e de serviços.

A empresa teve origem na criação de uma ferramenta para gestão de clientes, que hoje é utilizada também dentro da Kanamobi, por parte dos colaboradores participantes de um dos laboratórios, os quais hoje têm uma participação nos resultados líquidos da startup.

Em casa de ferreiro, espeto de ferro

Uma empresa inovadora, que vende soluções inovadoras, os projetos internos do KanaLabs tem trazido ainda mais inovação ao ambiente de trabalho e processos de produção da Kanamobi. Um projeto para consumo interno desenvolvido pela equipe da empresa em um dos laboratórios originou o que hoje é chamado de Kana Store. Trata-se de uma loja de conveniência que funciona dentro das dependências do escritório que traz a comodidade e facilidade aos colaboradores de adquirirem produtos para o famoso “lanchinho” por meio de um aplicativo que escaneia o código de barras dos produtos oferecidos na loja. O RH monitora tudo por meio de um dashboard que faz um relatório de consumo através do aplicativo. Os funcionários recebem um crédito mensal para aquisição de produtos na loja e eles também podem acompanhar o consumo e créditos disponíveis.

No Kanalabs também foi desenvolvido um aplicativo para gestão de projetos por meio de interface na web. Tanto a Kanamobi, quantos os seus clientes podem acessar cronogramas e documentos por meio da aplicação. A ideia é oferecer um update e melhorar o fluxo de informações e de trabalho. “Os nossos laboratórios tem criado um ambiente de trabalho tão engajado, colaborativo, profícuo que até alguns dos nossos clientes vieram nos assediar a fim de que desenvolvamos esse tipo de iniciativa dentro das empresas”, conta Diogo Damy.
 
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.