sábado, 7 de outubro de 2017

Livro "Agradeça aos Agrotóxicos Por Estar Vivo" é lançado em Fortaleza

Por Nelson Vasconcellos


Taí um livro que vai surpreender aqueles que juram que agrotóxicos matam e que churrasco de melancia é o máximo. “Agradeça aos agrotóxicos por estar vivo”, do jornalista Nicholas Vital, é uma pedra no sapato dos defensores incondicionais da comida orgânica. Baseado em dados reais, e não em achismos ou preconceitos, Vital garante que espalhar medo é a principal arma da indústria dos orgânicos para ganhar mercado. E este seria seu único interesse: fazer dinheiro vendendo o discurso da comida saudável.

Longe de discutir questões de paladar, Nicholas se debruçou sobre informações oficiais para mostrar que não, a produção de alimentos orgânicos não é suficiente para alimentar o planeta; que o movimento natureba é um nicho de mercado que só beneficia muito pouca gente; e que nada mostra que os defensivos agrícolas são venenosos para o ser humano. Pelo contrário, orgânicos que primam pela sua “pureza” são até capazes de matar – como ocorreu na Alemanha em 2011, graças a uma intoxicação alimentar pela bactéria E. coli.

No livro, Vital provoca: “Esqueça o noticiário e responda rápido: você conhece, ou ao menos já ouviu falar, de alguém que tenha ido a um hospital por ingestão de resíduos de agrotóxicos em alimentos convencionais? Mesmo que seja um primo do irmão do amigo do vizinho? Aposto que não.”

O mundo, portanto, não pode abrir mão dos agroquímicos – e Nicholas Vital mostra por quê. Sem medo de provocar um setor barulhento do mercado de alimentos, ele lembra que 99% dos consumidores no Brasil preferem os alimentos convencionais e estão certos.

Nicholas Vital é jornalista com passagens por algumas das maiores revistas de economia e negócios do Brasil, como Exame e Isto É Dinheiro. Venceu o Prêmio Abril de Jornalismo na categoria Economia em 2012 e ficou entre os finalistas na mesma categoria em 2011.

Lançamento em Fortaleza:
Onde: Saraiva Iguatemi
Horário: 19 horas
Quando: 09 de Outubro de 2017
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.