quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Ministério Público é parceiro em projeto premiado na 5a edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública


Projeto da Prefeitura de Fortaleza desenvolvido em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio das 17ª e 19ª Promotorias de Justiça de Defesa do Idoso, foi um dos 14 selecionados na 5a Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do envelhecimento. O projeto consiste no acompanhamento médico de idosos acolhidos em todas as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) de Fortaleza pela Coordenação da Saúde do Idoso da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Cada ILPI ficou vinculada a uma Unidade de Atenção Primária à Saúde (UAPS), com o objetivo de suprir todas as necessidades de assistência primária à saúde dos idosos institucionalizados, realizando atividades como: visitas regulares, imunização e exames. Até o momento, cerca de 530 idosos foram beneficiados com o projeto, que deverá ser finalizado em junho de 2018. Além de beneficiar os idosos, a iniciativa vem permitindo o mapeamento do perfil demográfico dos residentes em ILPIs e a identificação das próprias Instituições (sejam públicas, filantrópicas e privadas) na Capital.

Segundo o promotor de Justiça Alexandre Alcântara, “durante as inspeções às instituições, observamos que uma das principais reclamações dos idosos era a falta de assistência à saúde. Assim, convocamos a Secretária de Saúde do município e a pactuamos que cada ILPI seria assistida por uma unidade básica de saúde. Fico muito feliz com o reconhecimento dessa iniciativa do MPCE e da Coordenadoria da Saúde do Idoso de Fortaleza. O desafio agora é aprimorar essa assistência e replicar essa boa prática para outros municípios e estados”, comemora.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.