sábado, 28 de outubro de 2017

O que vem por aí - A Hora da Estrela completa 40 anos e ganha adaptação para o teatro musical




Espetáculo baseado no último livro de Clarice Lispector faz temporada de apresentações na CAIXA Cultural Fortaleza


A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, entre os dias 02 e 05 e 09 e 12 de novembro de 2017, o espetáculo A Hora da Estrela - O Musical, baseado na obra da inconfundível Clarice Lispector. O livro, que em 2017 completa 40 anos de lançamento, foi publicado um pouco antes de sua morte e é uma espécie de despedida, em que passagens de sua própria vida são transcritas de forma instigante e envolvente, mas com um toque de melancolia e solidão.    

As letras foram escritas pelo cineasta Allan Deberton, que também produz o musical, e conta com a parceria de André Araújo na adaptação do texto. O espetáculo, dirigido por André Gress, possui músicas e letras inéditas, além de uma adaptação no tempo e espaço. O trabalho é uma mistura de vários gêneros culturais, entre teatro, música e literatura.

“O grande desafio da adaptação é o desenvolvimento do novo. A visão da historia já tão conhecida pelo livro e releituras para o cinema e TV ganham uma nova narrativa atrelada à música. Nesse espetáculo, vamos brincar muito com o imaginário da plateia, trazendo todos, literalmente, para o mundo de Macabéa. Cenas icônicas são trabalhadas dentro da linguagem do absurdo e com narrativas musicais. Esse projeto é muito importante, pois é mais um passo nosso no desenvolvimento de espetáculos inéditos de teatro musical no país”, explica André Gress.



Os sonhos de Macabéa

A Hora da Estrela gira em torno da personagem Macabéa, uma jovem virgem, do interior, órfã de pai e mãe, inocente e muito ignorante, que vai para a cidade grande com apenas dezenove anos, sonhando com uma vida melhor. O texto reflete sobre os sonhos, as manias e os conflitos internos da garota, aproximando-se dos espectadores justamente por possuir muitos elementos típicos da cultura nordestina.

Trata-se de uma obra incomum de Clarice Lispector, em que ela aborda uma vertente mais regionalista, retratando as dificuldades enfrentadas pelos migrantes nordestinos em busca de uma vida melhor na região Sudeste. A miséria, o subdesenvolvimento e o impacto da falta de educação, por exemplo, são temas recorrentes na narrativa, mostrando uma Clarice muito engajada os temas sociais.

“Essa é uma adaptação inédita do livro. Existe o filme, existem outras peças, mas agora estamos fazendo algo novo, revisado, nada igual visto antes.  Temos nas mãos um livro importante, muito amado no Brasil e no mundo. Neste musical, queremos divertir e emocionar”, explica Allan Deberton.

Montagem

Depois de uma disputada seleção, os atores selecionados para compor a peça são: a paulista Tuane Toledo, que interpretará Macabéa; e os cearenses: Germana Guilherme (Glória, Madama Carlota), Vinícius Cafer (Rodrigo S.M, Olímpico) e Larissa Góes (Garota da Rádio). O espetáculo tem músicas e direção musical da renomada diretora musical Liliane Secco, que em seu portfólio, traz a montagem de inúmeros musicais no Rio de Janeiro e São Paulo para artistas e diretores como Miguel Fallabela, Marília Pêra, Diogo Vilela e Wolf Maya.

Clarice Lispector

Clarice Lispector (1920-1977) foi uma escritora e jornalista brasileira, de origem judia,  reconhecida como uma das mais importantes escritoras do século XX.  O seu talento é reconhecido por meio de contos como Laços de Família (1960) e A Legião Estrangeira (1964), além das obras A Maçã no Escuro (1961), A Paixão Segundo G.H. (1961) e Água-Viva (1973). A Hora da Estrela foi seu último romance publicado em vida. Clarice Lispector morreu no Rio de Janeiro, no dia 9 de dezembro de 1977.

Sobre Allan Deberton 

Produtor, diretor e roteirista, é formado em Cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ). Dirigiu os premiados Doce de Coco (CE, 2010), O Melhor Amigo (2013), Os Olhos de Arthur (2016), que juntos participaram de mais de 100 festivais nacionais e internacionais. Trabalhou na preservação de filmes 35mm, 16mm e Super8 do Acervo do Cinema Brasileiro da Cinemateca/ CTAv-Minc. Em 2014, produziu o espetáculo carioca “Amor Confesso”, de Claudia Ventura e Alexandre Dantas, que também passou por cinco cidades do interior cearense. Em 2014, teve aulas com o guru   de roteiros de Hollywood, Robert Mackee, no Programa Globosat de Roteiristas. É produtor executivo do longa-metragem Do Outro lado do Atlântico (2015), de Daniele Ellery e Márcio Câmara, que estreou no 37º Festival de Havana 2015. Foi Júri da Seleção Oficial do Festival Aruanda de Cinema Brasileiro (PB, 2010), Curta Taquary (PE, 2012), For Rainbow (CE, 2012) e Noia – Festival de Cinema Universitário (CE, 2015). Em 2015, produziu o primeiro musical da Broadway no Ceará, Avenida Q (Avenue Q), e, em 2016, produziu a segunda temporada com patrocínio da Caixa. Desde 2013, produz o projeto "Broadway Brasil", em parceria com André Gress. Em 2017, produz a série “Lana & Carol”, contemplada no PRODAV 9/15, e o espetáculo inédito “A Hora da Estrela – O Musical”, baseado no romance de Clarice Lispector. Em 2018, filmará seu primeiro longa-metragem "Pacarrete", contemplado no edital Longa BO Sav/Minc/FSA. 

Sobre André Gress

Diretor do espetáculo Avenida Q - O Musical da Broadway (2015/2016), realizado em Fortaleza/CE. Em 2016, trabalhou na equipe Rio 2016, durante na realização das Cerimonias de Abertura e Encerramento das Olimpíadas e Paralimpíadas. Estudou Teatro Musical na New York Film Academy (NY) e participou de workshops e masterclasses com profissionais artísticos de grandes espetáculos, entre eles Andy Blankenbuehler (In the Heights), Tony Meola (Wicked), Chris Buck (FROZEN), Jeremy Dobrish (Curious George), John Basil (Passages), Grady Barker (Paper Mâché Monkey) e Judi Lewis Ockler (Stage Combat). Foi o primeiro selecionado internacional a integrar a equipe da BROADWAY DREAMS FOUNDATION, onde trabalhou como assistente de direção dos diretores Stafford Arima, Dan Knechtges, Otis Sallid. Em 2013, juntamente com Allan Deberton, desenvolveu o projeto 'Broadway Brasil'.


Ficha Técnica:
Direção: André Gress
Letras: Allan Deberton
Adaptação: Allan Deberton e André Araújo
Músicas e Direção Musical: Liliane Secco
Cenário: Rodrigo Frota
Iluminação: Solon Farias Neto
Figurinista: Beatrice Melo
Atores: Tuane Toledo, Germana Guilherme, Vinícius Cafer e Larissa Góes.
Patrocínio: CAIXA Econômica Federal e Governo Federal


Serviço:

Musical: A Hora da Estrela
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: 02 a 05 e 09 a 12 de novembro de 2017
Horários: Quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h
Duração: 90 minutos
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Classificação indicativa: 12 anos
Vendas a partir do dia 01/11, para sessões de 02 a 05/11, e a partir do dia 08/11, para sessões de 09 a 12/11, das 10h às 20h, na bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local 
Paraciclo disponível no pátio interno


Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza:
(85) 3453-2770


Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.