quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Prefeitura de Fortaleza promove atividades de combate ao Aedes em 12 bairros da capital


A Prefeitura de Fortaleza reforça as ações de combate ao Aedes aegypti em 12 bairros da Capital até o próximo dia 13 de outubro. A Secretaria Municipal da Saúde, por meio dos Agentes de Combate as Endemias (ACE) e do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (NESMS), realiza ações como visitas domiciliares, distribuição de panfletos, palestras educativas em escolas e associações de moradores, além da “Operação Quintal Limpo” e formação de brigadas.

As atividades ocorrem nos bairros Pirambu, Jacarecanga, Vicente Pinzón, Bonsucesso, Dendê, Aeroporto, Parangaba, Siqueira, Parque São José, Barroso, Messejana, Palmeiras e Centro. Durante toda esta semana, a Operação Quintal Limpo será realizada, especificamente, no bairro Pirambu. A partir das 8h, os agentes percorrem as ruas do bairro orientando a população sobre os cuidados contra os possíveis focos do mosquito e vistoriando os domicílios. Nos demais bairros, acontece ainda a distribuição de sacos de lixo, afixação de cartazes em estabelecimentos comerciais e o recolhimento de materiais que podem acumular água. Haverá também a implantação de “Brigadas” na Companhia de Comando da 10º Região Militar de Fortaleza e no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Para o Coordenador de Vigilância em Saúde, Nélio Morais, é necessário conscientizar a população para os cuidados ao vetor. “As nossas ações têm o objetivo de conscientizar a população para os cuidados com o mosquito. Precisamos redobrar a atenção evitando que recipientes possam se tornar possíveis criadouros. A cada 10 focos encontrados oito estão nos domicílios. O ciclo reprodutivo do vetor, após o primeiro contato com a água, dura cerca de 15 dias. Por isso a importância de interromper e acabar com os criadouros”, destacou Nélio.

As atividades compõem o “Plano de sustentabilidade para o controle do Aedes”, que define uma série de ações estratégicas e preventivas que estão sendo implementadas em 30 bairros da capital, desde setembro, antecipando-se a estação chuvosa de 2018. O plano é desenvolvido pela SMS com a parceria de diversas áreas intersetoriais, a exemplo da Secretaria de Educação, que desenvolve um trabalho com foco no envolvimento dos alunos das escolas da rede municipal no combate ao vetor das arboviroses, por meio dos projetos “Escola Amiga da Saúde” e o “Detetive contra o Aedes”.

A programação do plano envolve ações de vigilância e o controle do vetor, bloqueio de novos casos, monitoramento de imóveis de grande fluxo de pessoas, inspeção de pontos estratégicos e a realização de mutirões com a população. Serão realizados dias “D” de educação, palestras, exposições do ciclo evolutivo do mosquito, além da formação de brigadas em parceria com diversos setores da sociedade.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.