quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Prefeitura promove ações educativas de combate ao Aedes aegypti em bairros da Capital


A programação conta com apoio de escolas da rede pública e privada, associação de moradores e comerciantes dos bairros

A Prefeitura de Fortaleza reforça as ações de combate ao Aedes aegypti durante toda a semana em diversos bairros da Capital. Entre as atividades realizadas, o destaque é a “Operação Quintal Limpo”, no bairro Jangurussu, que acontecerá na quinta-feira (05/10), a partir das 8h. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), na ocasião, promove também ações educativas, por meio dos agentes do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (NESMS).

Serão realizadas palestras, visitas domiciliares, caminhadas e exposição do ciclo evolutivo do mosquito. Os Agentes de Combate às Endemias (ACE) orientam a população para os cuidados com potes, tambores, tanques, garrafas, vasilhames e materiais plásticos que são os principais depósitos onde são encontrados focos do vetor. É orientado que, pelo menos uma vez por semana, o dono do imóvel faça uma supervisão na sua casa para eliminar os recipientes que acumulam água. Além disso, também é necessário fazer a remoção do lixo que fica acumulado no quintal, colocando-os em recipientes adequados e levando-os à calçada no dia programado para a coleta.

A programação conta com apoio de escolas da rede pública e privada, associação de moradores e comerciantes dos bairros do Pirambu, Álvaro Weyne, Panamericano, Parque Genibaú, José Walter, Boa Vista, Messejana e Centro.

Para a coordenadora NESMS, Cilene Chaves, a participação da população torna-se essencial nesta luta. “As nossas atividades têm o objetivo principal de conscientizar a população para os cuidados contra o mosquito. A participação de todos, neste momento, acaba sendo o diferencial, por isso a necessidade de adotar as medidas preventivas repassadas pelos agentes”, ressaltou Cilene.

Saiba mais
A Prefeitura de Fortaleza tem desenvolvido ações com base no Plano de Enfrentamento à Dengue, principalmente aquelas de prevenção, seguindo os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Foram implantadas atividades como a “Operação Foco no Foco”, com a intensificação das ações de controle vetorial nos imóveis com maior vulnerabilidade com retorno semanal, “Mutirão de Combate ao Aedes”, a intensificação das visitas domiciliares, atividades de controle químico com máquina costal, eliminando o mosquito na fase alada, a implantação de brigadas em instituições públicas e privadas, além de convênios com diversos segmentos da sociedade civil.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.