quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Rômulo Conrado assume chefia do MPF no Ceará

Procurador da República Rômulo Conrado tomou posse, em Brasília, junto aos novos chefes das demais unidades do MPF em todo o país

O procurador da República Rômulo Moreira Conrado iniciou mandato de dois anos como procurador-chefe do Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) nesta segunda-feira, 2 de outubro. Ele tomou posse em Brasília, perante a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, junto aos novos chefes de todas as unidades do MPF. No Ceará, o procurador-chefe substituto é Samuel Miranda Arruda.

O novo procurador-chefe foi escolhido pelos membros do MPF que atuam na Procuradoria da República no Ceará, em eleição interna realizada no dia 5 de setembro. Ele sucederá o atual procurador-chefe, Samuel Miranda Arruda. Rômulo assumirá a administração da unidade durante o biênio 2017-2019.

A chefia do MPF é um cargo administrativo, que não sugere e nem significa qualquer hierarquia sobre a atuação funcional dos demais procuradores, que continuam sendo independentes e autônomos em suas funções ministeriais, conforme preconiza a Constituição Federal.

Membro do MPF desde 2002, Rômulo Conrado é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará e mestre em Direito Constitucional pela mesma instituição. Rômulo foi estagiário do MPF nos anos de 1999 e 2000, antes de prestar concurso para o cargo de procurador da República, há 15 anos.

No MPF, Rômulo passou pela Procuradoria da República em Roraima, onde foi procurador-chefe entre 2003 e 2006 e procurador regional eleitoral entre 2002 e 2006. Posteriormente, atuou na Procuradoria da República no Distrito Federal (PR/DF) e, já no Ceará, na Procuradoria da República no Município de Juazeiro do Norte e na capital cearense, onde atuou como PRE entre 2013 e 2015.

PRE - O procurador da República Anastácio Nóbrega Tahim Júnior também tomou posse em Brasília para iniciar mandato de dois anos como procurador regional eleitoral. Anastácio tem como substituta a procuradora da República Livia Maria de Sousa.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.