terça-feira, 14 de novembro de 2017

Análise política - Adeus Tasso Jereissati Paz e Amor - O Radicalismo Político do Neotassismo

O senador Tasso Jereissati (PSDB) abandonou o seu estilo de conciliador político - Administrativo perante ao governador Camilo Santana (PT). Tasso Jereissati é o novo anti-Camilo-Cid-Lula.O neotassismo não surge apenas como um discurso ético e moral da classe média cearense, mas também será uma referência de políticas públicas na área econômica do atual Governo Estadual, atuando como novo contraponto ao modelo administrativo de Camilo Santana.

A nova direção estadual do PSDB, na figura do seu novo presidente, o ex-deputado estadual Francini Guedes, vai trabalhar na perspectiva de reorganizar as oposições no âmbito local: PR-PSD-PMB-PROS-Solidariedade. Francini Guedes vai construir uma estratégia de confronto político-eleitoral ao grupo do ex-governador Cid Gomes (PDT), algo nunca feito internamente no tucanato cearense, com quase um ano de antecedência da eleição estadual de 2018, pois nos últimos dois pleitos eleitorais (2010-2014), as participações nas chapas majoritárias eram decididas nos prazos finais das convenções partidárias.

O senador Tasso Jereissati (PSDB) assumiu a liderança do discurso oposicionista ao governador Camilo Santana (PT), mesmo após o depoimento de não ser mais candidato ao Governo do Estado do Ceará, no pleito eleitoral de 2018. Tasso Jereissati vai radicalizar o seu discurso político-eleitoral, numa nova ideologia contra os irmãos Ferreiras Gomes: Ciro Gomes e Cid Gomes. O neotassismo não terá nenhuma ligação histórica de boa convivência política, em relação ao presidenciável Ciro Gomes (PDT).

O governador Camilo Santana (PT) contava com a neutralidade política-eleitoral do senador Tasso Jereissati (PSDB), na eleição estadual do próximo ano. Camilo Santana esperava uma vitória tranquila para a sua reeleição à frente do Governo do Estado do Ceará, com apoio direto e indireto dos principais grupos políticos cearense. O neotassismo como novo catalisador das oposições teria um efeito mais forte com a pré-candidatura do senador Tasso Jereissati (PSDB) ao quarto mandato de governador do povo alencarino. 

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa sociólogo e consultor político 

Veja mais: 

http://luizclaudioferreirabarbosa.blogspot.com.br/2017/11/adeus-tasso-jereissati-paz-e-amor-o.html
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.