quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Em Brasília, deputado Danilo Forte chama atenção para a falta de segurança no Ceará


Na sessão plenária desta terça-feira (7), durante debate sobre a tramitação de projetos de segurança pública, o deputado federal Danilo Forte destacou o crescimento da violência no Ceará e citou a revisão do Código de Processo Penal (CPP) como ferramenta indispensável para auxiliar na resolução do problema de insegurança que permeia o país.

“A família brasileira que tem o habito, no Nordeste, de se reunir ao final da tarde nas calçadas para conversar, hoje, está impedida de fazer isso. Fico triste como na minha cidade Itapajé, no interior do Ceará, no último fim de semana aconteceram quatro assassinatos, com Caucaia e Maracanaú entre as 50 cidades mais violentas do Brasil e o Estado do Ceará com uma estatística lamentável de mais de 4 mil homicídios no último ano", disse.

Como presidente da Comissão Especial que analisa a proposta do novo CPP, Danilo Forte explicou, ainda, que tem trabalhado na busca por soluções que garantam agilidade e praticidade aos processos penaisDe acordo com ele, o relator João Campos (PRB-GO) deve entregar o seu parecer até dezembro. Com isso, o projeto pode ser votado no primeiro semestre de 2018 no plenário da Câmara. "A resposta que o legislativo pode dar é votar matérias que contribuam para diminuir a impunidade dando capacidade operacional para a polícia e maior liberdade para a justiça agir", explicou.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.