sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Prefeitura lança campanha de vacinação antirrábica nesta sexta


O município de Fortaleza está há 14 anos sem registrar casos da doença.

A Prefeitura de Fortaleza lançou, nesta sexta-feira (10/11), a campanha de vacinação contra a raiva para cães e gatos.  A abertura aconteceu na Unidade de Vigilância de Zoonoses (CCZ), com um show de adestradores, desfile de animais, peça de teatro sobre a importância da vacina e os cuidados a serem adotados com os animais. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) promove ainda um dia “D” de vacinação antirrábica no sábado (11/11), com 125 locais de vacinação, disponíveis de 8h às 17h. O município de Fortaleza está há 14 anos sem registrar casos da doença.

Durante a campanha de 2016, foram vacinados 257 mil e 655 animais, alcançando 94% da população de cães e gatos existentes na Capital. As Regionais I, V e VI, áreas de maior concentração de animais domésticos, tiveram cobertura acima de 95%, totalizando 162.917 animais protegidos. 

A raiva é transmitida do animal para o homem e apresenta uma alta taxa de mortalidade, chegando a alcançar quase 100% entre os animais. Os principais transmissores são os animais silvestres, como morcegos, raposas e macacos, que contaminam cachorros, gatos e humanos de forma acidental. Os principais sintomas são o aparecimento repentino de uma agressividade no animal, salivação excessiva e paralisia. 

Para o gerente da Célula de Vigilância Ambiental da SMS, Atualpa Soares, a campanha visa garantir a saúde e proteção dos animais. “Todos os cães e gatos podem ser vacinados, exceto aqueles que se encontrem doentes. A idade mínima para vacinação é de três meses, seguida de uma dose de reforço. Lembrando que a vacina é a única forma de garantir a proteção desses animais contra a raiva”, destaca Atualpa.

Ao levar seu animal para receber a vacina, os proprietários devem adotar algumas medidas de segurança: o cão deve estar devidamente com guia e coleira, em caso de cão bravo deve-se adotar a focinheira. Gatos precisam ser conduzidos em caixas específicas para evitar fugas. Dessa forma o animal e a equipe de vacinação estarão seguros de eventuais acidentes.

Saiba mais - Nos humanos, o vírus da raiva possui tropismo pelo sistema nervoso central, instalando-se no cérebro, tendo como resultado final a encefalite que é uma inflamação no cérebro.

Serviço:
Abertura da campanha de vacinação contra a raiva
Data: Sexta-feira (10/11)
Hora: 8h
Local: Unidade de Vigilância de Zoonoses - Rua Betel, 2980 – Dendê (Por trás da UECE, no bairro Itaperi)

Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.