quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Vamos ao teatro! - 'Além do que os nossos olhos registram' com Luzia Tomé, Priscila Fantin & Letícia Birkheuer chega ao Theatro Via Sul Fortaleza

Três mulheres, três gerações e seus conflitos. Em comum, fora os laços sanguíneos, existe o amor que une avó, mãe e neta. A peça aborda diferentes temas como família, amizades, classes sociais, racismo, homofobia e bullying. Três visões muito particulares de mundo, três olhares diferentes para problemas semelhantes. Em cartaz dias 9 e 10 de dezembro, no Theatro Via Sul Fortaleza.

'Além do que os nossos olhos registram' fala sobre a convivência de três gerações de mulheres, apoiando e enlouquecendo umas às outras. E ao mostrar a complicada relação entre mãe, filha e avó, o espetáculo consegue expor de maneira emocional, as agruras e alegrias do universo feminino.  

Não interessa que você, mulher, não tenha muitas amigas, nem more em uma grande metrópole, mas você já deu boas gargalhadas com as amigas falando sobre assuntos corriqueiros, sobre sua vida sexual, já se sentiu insegura em um relacionamento, já falou sobre o tamanho dos membros masculinos, já contou suas experiências sexuais, já tentou viver novas experiências, já sonhou com um príncipe encantado, já gastou mais do que podia em um sapato ou um vestido dos sonhos. 

Delfina (Luzia Tomé) é uma mulher que sempre teve a cabeça livre de preconceitos. Uma mulher agitada e independente possui uma rotina dinâmica e cheia de afazeres - alguns mais típicos outros mais peculiares. Uma avó moderna e articulada. Ela se identifica com os marginalizados e, desde jovem, luta pelos direitos das “minorias”.  

Violeta (Letícia Birkheuer) é uma mulher elegante, divertida e ardilosa. Seu lema de vida é: “Mantenha as aparências e impressione sempre”. Vive um casamento de fachada que lhe proporciona uma vida confortável. Ela foi sugada pelo mundo do marido, e possui uma maneira prática e decidida, às vezes, cínica de resolver os problemas e não raro é ela quem vai sobrepor a Delfina e a Sofia em termos de sensatez e amadurecimento.  

Sofia (Priscila Fantin) tem uma relação conflituosa com os pais, e encontra na avó o apoio não encontrado na relação com a mãe. Seu olhar para o mundo feminino instalado à sua volta é aguçado e provocador. Ela vive às turras com a mãe, mas o novo cotidiano intensifica seus laços com a avó.  


A peça narra o encontro dessas três mulheres. Três gerações e seus conflitos. Com humor, cumplicidade, amor, paixão, companheirismo e perdas. 

Com patrocínio da Renner e Mapfre, o espetáculo escrito por Fernando Duarte, mesmo autor de “Callas” e Depois do amor” ambos dirigidos pela saudosa Marília Pêra, conta com direção artista de Fernando Philbert, que assinou a direção de aclamados espetáculos, tais como “O topo da montanha”, com Lázaro Ramos e Thais Araújo, “O escândalo de Felippe Dussack”, com Marcos Caruso, entre outros.  

SERVIÇO

“Além do que os nossos olhos registram”
Gênero: Comédia dramática
Local: Theatro Via Sul Fortaleza - Av. Washington Soares, 4.335 - Edson Queiroz
Datas: 9 e 10 de dezembro (sábado e domingo)
Horários: Sábado 21h e domingo 19 horas
Ingressos: Platia inferiro: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia) | Plateia superior R$ 60 (inteira) | R4 30 (meia)
Classificação indicativa: 12 anos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Vendas: www.ingressorapido.com.br e bilheteria do Theatro Via Sul
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
 Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.