segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Artigo - Carlos Lupi e o fator político André Figueiredo - Camilo Santana refém do PDT nacional e local?


O presidente nacional do Partido Democrático Trabalhista, o advogado Carlos Lupi, nunca escondeu o desejo de eleger o deputado federal André Figueiredo, para o Senado, para uma das duas vagas no próximo  pleito eleitoral de 2018, no Ceará. Carlos Lupi foi o primeiro membro da executiva nacional do PDT a concordar com o pleito político do seu companheiro pedetista-brizolista, no primeiro semestre desse ano. O governador Camilo Santana (PT) mantém o seu estilo de concordar e discordar em profundo silêncio, com isso os seus aliados gritam sem eco na anti-sala do chefe do executivo estadual.

O presidenciável trabalhista Ciro Gomes vai fazer a indicação do presidente da Assembléia Legislativa do Ceará, para a vaga de candidato a vice-governador na chapa majoritária de reeleição do governador Camilo Santana (PT). O ex-governador Cid Gomes deverá ser o candidato ao Senado, na chapa governista. Cid Gomes procura conter o ímpeto dos pedetistas-ciristas pela outra vaga de candidato ao Congresso Alto (Senado). O PDT secção cearense tem duas correntes internas: os neocamilistas (ciristas) e os pedetistas-ciristas.

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores vai tentar manter a atual vaga do senador José Pimentel, com duas postulações internas: o deputado federal José Guimarães e a deputada federal Luizianne Lins. O governador Camilo Santana não é refém do diretório nacional do PDT, para se tornar candidato a sua reeleição, porém o mesmo é refém dos delegados petistas, para a sua indicação, como candidato ao Governo do Estado do Ceará.

O governador Camilo Santana (PT) vai escutar os pleitos dos aliados, com o seu habitual bom humor e concordância em público. Camilo Santana somente vai formar a sua chapa majoritária de reeleição às vésperas do pleito eleitoral de 2018. O presidenciável Ciro Gomes (PDT) se estiver  numa situação boa a nível nacional no mês de maio do próximo ano, com certeza será o termômetro da política local, em relação a chapa majoritária de reeleição do governador Camilo Santana (PT).

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa sociólogo e consultor político

Veja mais:

http://luizclaudioferreirabarbosa.blogspot.com.br/2017/12/carlos-lupi-e-o-fator-politico-andre.html
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.