sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Boa pedida para hoje - Virada Cultural do CCBNB Fortaleza será palco para mais de 100 artistas

Mais de 100 artistas se apresentarão na primeira Virada Cultural do CCBNB Fortaleza, que acontece neste sábado, a partir das 10h30. Haverá performances em diversas linguagens artísticas, como música, cinema, literatura e teatro. As apresentações são gratuitas e prosseguem durante todo o dia.
 
“A proposta dessa primeira Virada do Centro Cultural Banco do Nordeste é realizar um grande evento com uma síntese da programação do ano, para mostrar ao público um pouco do que fazemos cotidianamente”, afirma o gestor do equipamento, José Maurício Lima.

Segundo ele, ao longo do ano, o CCBNB Fortaleza ofertou ao público cerca de 500 eventos culturais, entre eles 150 de música, 120 de teatro, 130 atividades infantis, 15 exposições, além de seminários, oficinas e outros eventos de relevância cultural. “Todos gratuitos e com a missão de promover a inclusão cultural e a democratização do acesso às artes em geral”, complementa.

Conheça a seguir a programação especial da primeira Virada Cultural:
10h30 – Cineclube – O homem que engarrafava nuvens. Lírio Ferreira. Brasil, 2008. Livre
11h30 – Grupo Academia (Samba/MPB)
12h40 – Renegados – Lançamento de CD (Rock)
14h – Criança e Arte – Oficina de construção de instrumentos musicais com materiais recicláveis
15h – Excursão Pajeú
15h – Criança e Arte – Contação Musicada “Rodoró”, de Elisabeth Pacheco (Cariri/CE)
16h – Criança e Arte – Trenzinho da História com o Bode Iôiô
18h – Literatura em Revista – Sarau da Virada Cultural
19h – Big Band Unifor (Jazz)
20h30 – Maracatu Solar & Luxo da Aldeia
21h40 – DJ Renatinha Feito Música
22h10 – Lídia Maria
23h – DJ Alan Morais
23h30 – Os Transacionais
00h20 – DJ Alan Morais
00h50 – Alfazemas

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL – VIRADA CULTURAL

ACADEMIA 
Dia 09, sábado, às 11h30
O forte do Academia são as harmonias vocais e a sintonia dos arranjos simples, que passeiam pela bossa nova, samba canção, samba de breque, samba-rock, partido alto e demais variações. Em 2012, o grupo lançou o seu primeiro CD, produzido pelo baterista Pantico Rocha. O disco traz interpretações de grandes compositores e uma música autoral. Atualmente, tocam em várias casas de show como Vila Camaleão, Serpentina e Floresta Brasil. O que encanta o público não é simplesmente a qualidade técnica do grupo ou a escolha cuidadosa do repertório. O gosto com o qual os seus integrantes tocam, unindo profissionalismo com prazer, é o que faz o samba deles especial.

RENEGADOS – Lançamento do CD “Pra se Sentir Vivo”
Dia 09, sábado, às 12h40
“Pra se sentir vivo”. Show de lançamento do novo CD de estúdio da banda Renegados é o quinto trabalho fonográfico de uma das mais longevas bandas do cenário independente de Fortaleza. Esbanja vigor criativo, aponta referências da música nordestina mesclada à formação roqueira e possui uma maturidade estilística de quem está prestes a completar 25 anos de estrada.

JAZZ EM CENA - Big Band UNIFOR - A Era do Swing e o Jazz das Big Bands
Dia 09, sábado, 19h
A Big Band Unifor, que vem se destacando em apresentações em eventos como o Festival Jazz & Blues Guaramiranga/Fortaleza e o Festival Eleazar de Carvalho, promete um presente especial ao público, nestas festas de fim de ano, encerrando a programação de um ano que foi dos mais especiais para o Jazz em Fortaleza. A era das big bands marcou para sempre a história do jazz, com a revolução do swing conquistando os ouvintes nos Estados Unidos e em boa parte do mundo, na década de 1930. Para prestar uma homenagem a esse importante momento, a Big Band Unifor, regida pelo maestro Robson Lima e formada por músicos reconhecidos entre os melhores do Ceará, aceitou o convite do Jazz em Cena e do Centro Cultural Banco do Nordeste para preparar um novo e especial espetáculo: “A Era do Swing - O Jazz das Big Bands”. A Big Band Unifor conta com instrumentos típicos das grandes bandas da era do swing, com saxofones, trompetes, trombones, guitarra, piano, baixo acústico e bateria. Grandes nomes da era das big bands, como Louis Armstrong, Glenn Miller, Benny Goodman e Duke Ellington, serão celebrados na apresentação que encerrará o calendário 2017 do Jazz em Cena e integrará a programação especial de Virada Cultural preparada pelo CCBNB. Outro diferencial do grupo é contar com arranjos de grandes nomes do cenário cearense e nacional, como William Ciríaco e Luciano Franco, integrantes da Big Band, Nilson Vieira, Nelson Faria e Bob Lowden, entre outros.

MARACATU SOLAR
Dia 09, sábado, às 20h30
O Maracatu Solar, um programa de formação cultural continuada vinculado à Associação Solar, apresenta o espetáculo Maracatu Solar entre Loas. O grupo, fundado em 2006, interpreta algumas de suas loas (canções) compostas para o carnaval de rua de Fortaleza. Na regência do batuque, Descartes Gadelha, Fernanda Brasileiro e Olga Queiroz. Participações especiais de Pingo de Fortaleza, Basílio Di Melo e Eliahne Brasileiro.
LUXO DA ALDEIA
Dia 09, sábado, às 20h30
Bloco carnavalesco de Fortaleza que homenageia os compositores cearenses e tem o seu nome inspirado na música “Terral”, de Ednardo.  Desde 2007, o bloco se apresenta durante as festas de pré-carnaval de rua em Fortaleza e há quatro anos durante o carnaval da cidade. No repertório há muitos frevos, sambas, marchinhas e maracatus de Fausto Nilo, Lauro Maia, Luís Assunção, Ednardo, Paulo Gomes, Marcus Dias, entre outros, além de composições próprias do bloco.

DJ RENATINHA FEITO MÚSICA
Dia 09, sábado, às 21h40
LÍDIA MARIA
Dia 09, sábado, às 22h10
O novo show é um olhar mais profundo de Lídia Maria sobre si mesma. Mais rock, mais festivo, às vezes rasgado, como quem “fala o que sempre quis dizer”, mas também melodioso feito “o amanhecer na serra”, como cantam os versos do xote “Minha música favorita”, uma parceria dela com Marcus Feitosa. Com convicção, declara “amém ao que lhe convém” sob a harmonia intensa de “No balanço”. Talvez, essa seja a música que mais defina a nova fase, por trazer a figura de uma mulher doce e delicada, mas, ao mesmo tempo, livre e ousada. Em “Me deixe ficar só”, ela reafirma essa força em um bolero-tango cheio de dor e superação.

DJ ALAN MORAIS
Dia 09, sábado, às 23h
OS TRANSACIONAIS
Dia 09, sábado, às 23h30
Os Transacionais surgem com uma proposta de resgatar o melhor da música brasileira produzida nas décadas de 1960 e 70, indo do Iê Iê Iê ao rock psicodélico, passeando pelo samba rock e carimbó, unindo a peculiaridade do brega e descontração da surf music. O projeto visa a resgatar a memória musical daquele período, através de um trabalho sério de pesquisa de época e experimentação.

DJ ALAN MORAIS
Dia 09, sábado, às 00h20
ALFAZEMAS 
Dia 09, sábado, às 00h50
O grupo tem conquistado cada vez mais espaço em Fortaleza e em outras cidades do Nordeste. Possui como principal característica a releitura de clássicos da música brega e romântica a partir de uma pegada mais moderna, levando ao público uma experiência única com o cancioneiro popular daqueles que sofrem da famosa dor de cotovelo. Em 2015, a banda lançou seu primeiro DVD, Cabaré da Saudade, que contou com a direção de Halder Gomes.  Em 2016, estreou nos cinemas com a releitura da música Nunca Mais, de Odair José, na trilha sonora do sucesso de bilheteria do cinema nacional, o filme O Shaolin do Sertão.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.