terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Caio Castelo anuncia novas datas da turnê e novo clipe



O cantor, compositor, multiinstrumentista e produtor musical cearense Caio Castelo realiza turnê de seu segundo álbum, "Dois Olhos", com shows nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Acompanham Caio os músicos Ednar Pinho no baixo, Igor Ribeiro na bateria, Ayrton Pessoa nos teclados, Renan Ramos no trompete e Fernando Lélis no saxofone. No repertório, canções de seus discos Silêncio em Movimento (2013) e Dois Olhos (2016), além de algumas inéditas.

O itinerário da turnê começa por São Paulo, com show no Secretinho no dia 13 de dezembro. Na mesma noite, se apresenta também outro artista de Fortaleza, Oscar Arruda, com o show "Bird on the Wire - Canções de Leonard Cohen".

No Rio de Janeiro, o show acontece na Etnohaus dia 15 de dezembro, com participação de Roberta Dittz, vocalista da banda carioca Canto Cego.

No dia 17 de dezembro, a turnê, que tem apoio da Secretaria de Cultura do Governo do Estado do Ceará, se encerra em Recife, no Pipe Coffee Shop & Bar.

Para celebrar o momento, Caio lança o clipe de "Transbordar", faixa de abertura do disco "Dois Olhos" e também do show. Com direção de Rafo Coelho, o vídeo mostra o processo de gravação da música, com cenas da banda em estúdio gravando o take que entrou no disco. O clipe está disponível em https://youtu.be/ezaojjuJKaE

Mais sobre Caio Castelo e "Dois Olhos"

Produzido pelo duas vezes ganhador do Grammy Latino Alê Siqueira (Arnaldo Antunes, Tom Zé, Elza Soares), o disco "Dois Olhos" foi concebido na Escola Porto Iracema das Artes, de Fortaleza-CE, e gravado numa imersão de Caio e sua banda no estúdio-fazenda Gargolândia, em Alambari-SP. A gravação foi viabilizada por meio de uma bem sucedida campanha de crowdfunding (financiamento coletivo), promovida pelo próprio artista em parceria com a plataforma Partio.

​Caio estreou em 2013, com o disco “Silêncio em Movimento”, e desde então vem se apresentando em diversos lugares do Brasil e do exterior, com destaque para a turnê realizada em Cabo Verde e festivais como Maloca Dragão, BR 135, Ponto CE, Rua dos Inventos, UFC de Cultura, entre outros.

​Como produtor musical, instrumentista e arranjador, assina trabalhos como os discos Votu, de Matheus Santiago, Águajunta, de Lélis, e Distrações, do grupo Invisível, além de colaborar com artistas como Lorena Nunes, Jocasto Britto e Clau.

Dois elementos marcam a poética de "Dois Olhos". Um deles é a graduação em Música pela Universidade Federal do Ceará. O outro foi o nascimento de João, primeiro filho do compositor, que inspira versos como “dar à luz nos dará luz, eu sei. Te enxergar a olhos nus me fez acordar e nascer outra vez”.

​Das experiências formativas à paternidade, "Dois Olhos" apresenta ao público um compositor mais maduro e certo do que quer fazer com sua música. A ideia de movimento, presente em quase todas as faixas, mostra como Caio Castelo está em busca de levar seu trabalho a muitos espaços e, nesses caminhos, encontrar cada vez mais pessoas que se identifiquem com sua arte. Como diz em Chão dos Pés: “Na bagagem tem sonhos de longe daqui que vão encontrar com alguém que saiba como é calçar outro chão nos pés”.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.